RSS contos eroticos

Conto Erotico Tio, sobrinha e amigo da net

Minha história começou quando comecei a ter acesso aos contos eróticos na internet. Tenho 19 anos e tenho um tio de 30. Normalmente ficamos sozinhos em casa. Um dia, conversando na internet com um amigo, comecei a ficar com tesão com os papos que rolavam. Eu estava vestindo um vestidinho curto e bem leve. Meu tio estava em casa, assistindo TV na mesma sala que eu estava, com o notebook. Era uma tarde quente. O papo do meu amigo estava me deixando muito excitada, pois ele além de falar safadezas que eu estava adorando ouvir, ele mandava vídeos pornográficos que foram me acendendo, até que eu comecei a sentir que minhas coxas começavam a ficar meladinhas, pois estava com a calcinha toda babadinha. Comentei o fato de estar ficando tudo melado na minha calcinha pro meu amigo da net, e este me sugeriu tirar a calcinha. Disse que não podia, pois meu tio estava em casa, na sala vendo TV. Até então ele não sabia que meu tio estava em casa sozinho comigo. Aliás, meu tio já estava desconfiando de algo, pois sempre levantava do sofá e dava uma desculpa qualquer para ver a tela do meu notebook. Toda aquela situação estava me deixando com as pernas trêmulas, de tanto tesão que sentia naquele momento. E cada vez mais minha calcinha ficava ensopada. Meu amigo da net continuava insistindo para eu tirar a calcinha para me sentir mais a vontade. Disse que poderia tirar mais vestiria uma bermuda, o que ele não aceitou e insistiu para eu ficar de vestidinho e sem calcinha. E toda hora meu tio olhando na minha direção. Eu estava quase na mesma direção da TV e meu tio sentado percebia quando eu olhava um vídeo ou lia algo mais safado e quase que gemia baixinho, com o tesão me ardendo no meio das pernas. Depois de muito insistir, falei com meu amigo que tiraria a calcinha e pedí pra ele esperar. Saí do Skype e fui pro banheiro tirar a calcinha. No banheiro, percebí que minha xoxotinha estava com um pouco de pelo e resolvi depilar ela pra deixar bem lisinha, o que eu adoro, pois me faz sentir tesão com a visão dela depiladinha. Quando comecei a me depilar, percebí que meu grêlo estava muito inchado e totalmente melado com o líquido que escorria da minha bucetinha depois de todo aquele papo e da situação de ter uma macho em casa (no caso, meu tio) e um macho me provocando na internet. Comecei a me masturbar e perdí totalmente a noção de onde estava quando comecei a tocar no meu grelinho. Sem pensar direito, pequei uma escova de cabelo e pelo cabo dela, comecei a esfregar meu grelo mais forte ainda, até que encostei o cabo na entrada da minha bucetinha e fui enfiando...devagar...melado...era uma delícia!!! Comecei a gemer um pouco. De repente bateram na porta e era meu tio. - Voc e está bem, minha sobrinha??? Respondí que estava tudo bem. Mas ele não se afastou da porta, e começou a conversar comigo sobre alguma coisa do trabalho dele. Eu respondia apenas com um “sim”, “Não”, “aham”...e comecei de novo a me masturbar com ele colado na porta do banheiro e conversando comigo. De repente, num momento de silencia de nós dois, e ainda enfiando aquela gostosura de cabo da escova em minha bucetinha, ouví ele suspirar e gemer. O danado deveria estar tocando uma bela punheta na porta do banheiro e conversando comigo. Ficamos em silêncio os dois, eu dentro do banheiro, sentada no vaso com as pernas totalmente abertas e com a escova praticamente toda enfiada em minha xaninha melada, e ele do lado de fora, encostado na porta e tocando uma punhetinha. Não tivemos muito pudor e eu aumentei o som dos meus gemidos enquanto ele também fazia o mesmo. Gozei bastante ouvindo meu tio gemer...mas assim que acabei de gozar, disse que estava saindo do banheiro, na intenção de ele, se fosse o caso, voltasse a vestir sua roupa ou guardasse aquele pau que deveria ser bem grande, pelo volume que eu via nos seus shorts. Depois de gozar e totalmente depiladinha, voltei para o notebook e entrei de novo no Skype. Já estava sem a calcinha e com medo de meu tio perceber isso, pois meu vestido era quase transparente. Meu tio voltou a sentar no sofá, com os olhos grudados em mim. Alí tive a certeza que ele ainda não tinha gozado. Quando voltei a conversar com meu amigo, ele brigou comigo, achando que eu tinha demorado demais e ficou perguntando o que eu estava fazendo. Lógico que não contei tudo que aconteceu. Mas ele desconfiou e continuou perguntando, mas eu desconversei. Meu tio não tirava o olho de mim. Eu estava com o rosto pegando fogo de tanto tesão. Nisso meu amigo pediu para eu ligar minha webcam. Disse que não podia pois meu tio estava na mesma sala comigo. Ele disse que meu tio nem notaria mas eu sabia que ele já estava notando. Mesmo assim liguei a webcam. O meu amigo estava se masturbando e eu assustada desliguei. Ele pediu pra ligar de novo, mas eu disse que meu tio poderia ver. Então ele sugeriu que eu ficasse sentada no sofá de frente pro meu tio. Assim ele não veria minha tela. Fiz isso e sentei de frente pro meu tio. Meu amigo pediu para eu ligar a webcam de novo pois queria que eu visse ele se masturbando na frente do meu tiozinho, sem ele saber. Aquela situação estava me deixando tonta e até com um pouco de dor de cabeça. Quando liguei a cam, e ví o tamanho do pau o meu amigo da net, não pude deixar de fazer uma cara de espanto. Meu tio viu e perguntou se tinha acontecido algo. Tentei disfarçar, mas minha voz saiu rouca demais...rs... -Não foi nada tio...estava aqui olhando o posts do facebook e me espantei com um que lí. Ele não era bobo e sabia que algo estava acontecendo. Foi pro quarto dele e voltou com um short pequeno, que ele usava pra correr...só que notei que estava sem cueca e seu pau estava totalmente duro!!! Ele voltou a sentar na minha frente...e meu amigo na webcam se tocando e falando coisas safadas e gostosas pra mim. Nisso meu tio começou a mexer no short e como eu estava bem de frente pra ele, pude notar que ele estava apertando o pau dentro do short, e tomando o cuidado de não olhar diretamente pra mim e sim pra TV. Comentei o fato pro meu amigo da net, que falou de imediato que meu tio estava cheio de tesão por mim. Meu tio sempre me respeitou e eu disse isso pro meu amigo. Porém, meu amigo disse que ele era homem e que eu era bem gostosinha e que era normal o que ele estava sentindo. Depois de falar isso, ele perguntou se eu estava mesmo sem calcinha com aquele vestido. Respondí que sim e ele teve uma idéia....pediu para eu ir abrindo as pernas, bem devagarzinho, bem na frente do meu tio que não parava de mexer no apu por cima do short. Disse que nunca faria isso, mas no meu íntimo estava louca para fazer. Mas logicamente tinha que fazer um charminho...rs... A esta hora, não sabia se olhava pro pau do meu amigo na webcam ou se olhava meu tio manipulando aquele pau que parecia imenso dentro do short e estava quase pulando pra fora. Meu amigo insistiu com a idéia de mostrar minha bucetinha pro meu tio, abrindo levemente as pernas. Bem disfarçadamente. Disse que faria mas que seria só um pouquinho. Comecei a abrir as pernas. Meu tio inicialmente não percebeu, pois estava olhando pra TV e eu falei isso com meu amigo da net. Então meu amigo me deu a idéia de puxar conversa, na intenção que ele olhasse na minha direção. Fiz isso e quando ele olhou pra mim, sem tirar a mão do pau, ele notou que eu estava de perna abertinha pra ele. Mas não estava muito aberta...apenas o suficiente pra ele ver minha bucetinha ou a sombra dela. Quando ele olhou fixamente pro meio das minhas pernas, institivamente eu fechei a pernas. Que burra!!!fiz isso rápido demais e quase batí uma perna na outra...rs... Ele continuou conversando e mexendo no pau. Ele parecia apertar a cabeça do pau e estava com os olhos vermelhos de tanto tesão. Comecei a falar da escola, dizendo que meu namorado estava brigado comigo (nem tinha namorado!!), mas tudo desculpa pra ver ele mexendo naquela coisa enorme. E meu amigo continuava a tocar e escutando nossa conversa pelo Skype, sem se pronunciar. Nisso, meu tio parou de mexer e ajeitou o pau dentro do short. Nesse movimento, pude perceber que seu pau estava saindo pra fora do short. A cabeça era enorme e vermelha!!! Não tive como disfarçar que não ví aquilo. Minhas coxas voltaram a ficar totalmente meladas e eu estava com elas bem coladas uma na outra, o que dava aquela sensação de quentura e escorrego no meio das pernas. Sem tirar os olhos do pau dele, continuei falando baboseiras e comecei a abrir de novo as pernas. Se pau neste momento já estava quase que totalmente pra fora do short e o safado sabia que eu estava olhando, pois começava a latejar aquela cabeça enorme, fazendo o pau vibrar pra cima e pra baixo. Fui me descontrolando e comecei a abrir as pernas. Ele falava e não tirava o olho do meio das minhas pernas, assim como eu não tirava o olho do caralho duríssimo dele. Ele puxou o short mais pra cima e seu cacete ficou totalmente à mostra, com aquela cabeça indecente e vermelha e aquele mastro cheio de veias. Que vontade tive de chupar aquilo... Como compensação de ver algo tão maravilhoso, comecei a abrir mais e mais a perna. Foi então que ele percebeu de verdade que eu estava sem calcinha. Ficou de boca aberta de ver minha bucetinha depila e brilhando de tanto líquido que escorria dela pela minhas coxas. E disse com voz rouca e a boca meio aberta com o espanto de ver minha xaninha: -Sobrinha...me desculpa pelo que vou fazer...mas não estou aguentando. -A casa é sua tio. Não posso impedir o senhor de fazer nada... Falei isso quase sem voz, de tanto tesão que sentia naquele momento e já com a perna totalmente escancarada. Ele colocou o pau pra fora pleo ladinho o short, cuspiu na mão e começou a tocar uma deliciosa punhetinha bem na minha frente...meu amigo estava esquecido na webcam, pois agora só tinha olhos pro caralho enorme do meu tio. Me tio pediu para sentar no chão bem na minha frente, e eu disse que podia. Lógico que ele queria ver mais de perto minha bucetinha que não parava de piscar. Ele pediu para eu tocar nela e eu inocentemente perguntei “pra que, tio?” Ele respondeu que eu iria gostar e eu falei “tá”. Comecei a fazer movimentos circulares no meu grêlinho que não parava de latejar e meu tio foi chegando mais e mais perto, ate que ficou com o rosto bem perto dela e eu sem parar de mexer comecei a gemer. - Ai, tio...isso é bom mesmo...hummmmmmm Ele chegou aboca bem perto dela. Pensei logo “ele vai colocar essa lingua quente nela”. Mas para minha surpresa, o que ele fez primeiro foi ficar assoprando ela bem de perto, sem encostar a língua. Aquele ar quente que vinha da sua boca estava me deixando louca. Eu não parava de tocar até que não aguentado mais, puxei a cabela dele em direção à minha xoxotinha, esfregando no rosto dele, deixando sua boca e nariz todos melados com meu gozo e gozei bastante, como uma cadela, com a acara dele enfiada na moinha bucetinha. O safado enfiava a lingua bem dentro da minha bucetinha e dizia “que bucetinha doce, sobrinha”. Nisso ele ficou de pé. Seu pau enorme ficou ao alcance da minha boca. Saboreei aquele caralho sugando com bastante força e sentindo sua lubrificação descendo pela minha garganta...até que não aguentando mais, ele gozou...gozou MUITO!!! Não tive como não engasgar com aquele jato quente e grosso que espirrou do seu pau. Depois que ele gozou, fui no banheiro para lavar a boca e quando voltei ele não estava mais na sala...olhei pro meu notebook e ví que a conexão tinha caído. Meu amigo, que tanto me incentivou a ter aqueles momentos maravilhosos, acabou não vendo o final. Mas depois eu conto com detalhes pra ele...rs...
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.