RSS contos eroticos

Conto Erotico Visita desejada

Sempre tive tesão em minha sogra pois ela tem um rabão estilo carla perez, já consegui encaixar duas veses nela, uma foi no meu casamento, ela estava ajudando na mesa de frios e aproveitei e encaixei com gosto, a mesa estava lotada e eu atras dela mexendo bem gostoso até ela notar e eu sai de fininho, outro dia foi na cozinha dela, o espaço é muito pequeno e ao passar para ir na geladeira, ela no fugão rossei com gosto, ela tambem não disse nada, e eu fui para o banheiro me masturbar, mas quando ela teve oportunidade ela me falou que eu não devia fazer o que fiz pois ela era minha sogra e da proxima iria contar para minha esposa, pedi desculpa pois achava ela muito atraente e iria se controlar para não mais acontecer. pois bem, eles foram passar o final de semana na minha casa, chegaram por volta das 19.00 horas, fomos para a churraqueira e começamos a beber, o sogrão só bebe para se melar, minha esposa e sogra bebe pouco mais ficam meladas ligeiras e dão logo sono. fiquei só com o sogrão por volta da meia noite, ele já tinah começado a cochilar e eu chamei ele para ir ao quarto que tenho de casal e ele nem abria os olhos, então resolvi leva-lo, ao chegar no quarto minha sogrinha estava dormindo de bruce com uma camisola transparente ecurta, com uma calcina da mesma cor, a reação do pau foi na hora, acendi a luz eela nem se mexeu, coloquei o sogro no outro lado da cama e de leve passava a mão em sua bundona, tirei o sapato do sogro, fui ao banheiro do quarto e acendi a luz e deixei a porta do banheiro aberta, olhei bem de pertinho e levantei a camisola deixando a mostra todo o traseiro dela com sua calçinha transparente, fiquei louco com a visão, peguei meu celular e tirei varias fotos, até entre as pernas bati, fui a apagar a luz do quarto e fui me trocar, coloquei um calçao frouxo ea cena não saia da cabeça, mexi com minha mulher e ela nem se mexia, criei coragem e retornei ao quarto da sogra, comecei a alisar de leve sua bundona, o tesão era tão grande que me meti no meio dos dois e colado no rabão dela, coloquei o pau para fora do calçao e coloquei no meio das coxas e ela nem se mexia, fastei sua calça para o lado e coloquei o pau roçando agora na xaninha dela, ela suspirou e eu recuei, sai da cama e fui apagar a luz do banheiro, retornei a cama e agora mais ousado passei o dedo na xaninha e ela disse amor vai dormi, fastei sua calcinha e ela disse tira logo essa porra, tirei sua calcinha e comeceia penetra-la, ela de bruce e eu em cima, gozei, me virei para o lado e puxei ela tambem, fiquei com pau dentro e ela dormindo, o pau depois de dez minutos começou a vibrar e eu pensei vou cumer essse cuzão, tirei o pau de dentro da xaninha e comecei a tentar colocar no cú, ela estava toda melada, acho que ela tinha gozado tambem, esfreguei tudo para o cú e comecei a penetrar, ela então falou ai, pois meu pau é de 18cm e grosso, parei e melei mais e o tesão de estar cumendo aquele cuzão desejado e enfiei tudo, ela acordou e começou a mexer de leve, e eu fui a loucura, gozei e ela contraindo sua xaninha no meu dedo e o cú no meu pau, estava gozando tambem, dei uma chupada no seu pescoço que deixou uma marca, ela se afastou e dormiu de novo, sai exasto e fui dormi, de manhã estavamos tomando café e minha esposa notou o pescoço dela manchado e disse, a noite foi boa em mamãe, ela respondeu que seu pai estava um leão, e ele comentou que não se lembrava e ela disse que fazia muito tempo que voce estava tão gostoso e me perguntou que wisque eu tinha dado para ele para ela comprar, então respondi que sempre que a senhora quiser eu daria pois não precisava comprar. ela estava zombando do sogrão e da minha esposa pois ela piscava o olho para mim. que noite.