RSS contos eroticos

Conto Erotico Fui iniciada na academia por isabel


tenho 17 anos, moro em bh. me chamo fernanda, sou loira, 1,65 mt, 52 kg, seios médios, bumbum redondinho e bem malhado. o que vou relatar aqui aconteceu comigo há seis meses. eu frequento uma academia e trës vezes por semana eu passo duas horas malhando, pois não quero que meu corpo fique fora de forma. nessa academia eu fiz muitas amizades com outras garotas que também praticam aeróbica, como eu. ao todo somos 12 garotas que frequentam a mesma academia. a moça que é reponsável por abrir e fechar a academia e atender o telefone se chama isabel, uma garota de 26 anos, a mais velha da academia, morena, séria e muito bonita. isabel não é o tipo de garota que fica conversando e sorrindo o tempo todo. ela é mais calada e parece gostar de fixar a mente só no trabalho. talvez por isso as meninas não dáo muita bola pra ela. algumas vezes tentei me aproximar dela e fazer uma amizade mas ela nunca deu atenção e por isso nos afastamos dela e nosso diálogo era sempre um “oi”, e nada mais.
numa sexta-feira, eu e minhas amigas estavamos malhando e muito animadas, por ser sexta-feira e fazendo planos para o final de semana. havíamos combinado de ir a uma festinha no sábado e coisa e tal.. as meninas sairam mais cedo da academia e eu fiquei mais um pouquinho. já eram oito da noite e após terminar de malahar fui ao banheiro para uma ducha e então voltar para casa.
o banho morno etava delicioso e eu acabei relaxando demais e fiquei ali, debaixo do chuveiro sentindo aquela água deliciosa caindo e deslizando sobre o meu corpo nú e ensabuado. derrepente percebi um vulto vindo em direção ao box onde eu estava, olhei e vi ale do meu lado a isabel me olhando. pensei comigo, pronto, ela vai me xingar por que já passou da hora de fechar a academia e eu ainda estou aqui..
antes que ela dissesse qualquer palavra, fui logo me desculpando e dizendo que já estava saindo, quando ela disse para mim: não se preocupe pode demorar o tempo que você quiser, não precisa correr não. achei muito extranho aquilo, pois ela nunca havia me tratado com tanta amabilidade, cheguei até assustar, mas como ela deu um sorriso e fiquei mais calma. aproveitei para conversar um pouco com ela que estva sentada em uma mureta ao lado do box enquanto me observava. ficamos alí conversando por uns 10 minutos e eu estava achando o máximo, pois sempre quis ser amiga dela como das outras meninas. eu me abaixava para ensaboar as pernas e ficava com a bunda virada pra ela, mas na maior inocência, e percebi que ela acompanhava a cada movimento que eu fazia, mas eu nem imaginava que em meio aqueles olhares houvesse qualquer intensão por parte dela. num dado momento ela disse que também iria tomar um banho e foi logo tirando a roupa ficando só de calcinha. o corpo dela era lindo, pernas bem torneadas, seios firmes e grandes, pontiagudos, uma bunda bem modelada, um corpo de modelo. elogiei o seu corpo e ela agradeceu o elogio e e antes que desse conta ela entrou no mesmo box que eu estava. não entendi o porque, pois haviam mais quatro boxes disponíveis ao lado, mas ela entrou exatamente no meu. ela me pediu para ensaboar suas costas e eu fiz com naturalidade, depois ela pegou o sabão e passou nos seios, na barriga e nas pernas. depois abaixou a calcina e ficou completamente nua. nesse momente ela se abaixou para esfregar as pernas e ficou com a bunda toda virada para mim e se encostou em mim. novamente me pediu para esfregar suas costas e ficou naquela posição enquanto eu esfregava as costas dela. então eu comecei a deconfiar daquilo e senti um arrepio enorme, pois nunca pensava que eu me encontraria numa situação daquela. pensei em sair dalí o mais rápido possível, e aí ela se lenvantou e ficou bem colada a mim, meu corpo arrepiou todo, e quando eu ia me virar para sair, ela me segurou nos braços e me deu um beijo na boca. tentei sair, mas ela segurou firme minha nuca e colou mais ainda seus lábios aos meus e me dominou. foi o beijo mais demorado que já havia recebido. ainda perplexa com tudo aquilo, ainda tive força para perguntar o que era aquilo, e ela me disse que eu sou lindo e tenho um corpo maravilhoso, e ao me ver ali pela ela não resistiu. fui saindo do box, mas ela segurou o braço e me disse, você não vai sair agora não, quero você todinha pra mim. eu gelei na hora, mas ela começou alisar meus seios e novamente me beijou e por mais que tentava me soltar dela não conseguia, até que por instante eu já não tinha certeza se queria realmente sair dali.
aos poucos fui relaxando e ela aproveitou da minha fraqueza e me acariciava cada vez mais. depois de 10 minutos de carícias eu já não tinha mais nenhuma resistência e ela percebendo isso abriu bem as minhas pernas e eu fiquei ali, em pé de pernas abertas e ela se abaixou e entrou por entre minhas pernas e começou lamber minha buceta, que a essas alturas já estava enxarcada de tanto tesão. ao sentir aquela língua quente tocar meu sexo, extremeci toda. nunca imaginava que seria tão bom e gostoso daquele jeito. a lingua dela entrava fundo e fazia movimentos rápidos me enlouquecendo. eu seguei a cabeça dela e apertei forte junto a mim e senti aquela delícia que jamais havia sentido na vida.
gozei abundantemente na boca da isabel. ela sugava todo o meu gozo e me deixava com o grelo roxo de tanto que ela sugava. depois ela mandou ficar de quatro e abriu bem minhas pernas e veio por trás. lambia minha xana e me fazia rebolar feito uma cadela no cio. ela abria minha bunda e sua lingua deslizava entre minha buceta e meu cuzinho, ai, como gozei! tive três orgamos simultâneos nesta posição. minhas pernas bambearam e eu já não aguentava me manter naquela posição. eu pedi a ela pra me deixar relaxar um pouco, pois não aguentava mais. ela me lentou, me abraçou forte e ligou novamente o chuveiro. enquanto a água caia sobre nós ela me passava as mãos pelo corpo e lavou minha xana até eu me recompor. depois ela disse que queria que fizesse o mesmo com ela. eu disse que não tinha nenhuma experiência, pois nunca havia feito aquilo. isabel sorriu e disse: não se preocupe, eu te ensinarei tudo o que você precisa aprender. então ela me deitou no chão e disse: famos fazer um 69; tudo o que eufizer em você, você faz em mim também. concordei e começamos de novo. ficamos ali por mais meia hora grudada uma na outra e minha lingua entrava e saia da buceta dela fazendo ela hurrar de tanto tesão. gozamos umas três vezes juntas e depois tomamos banho juntas e saímos da academia. nos ostros dias que se seguiram a academia nunca mais foi a mesma. isabel e eu nos tornamos amigas e todas as outras garotas me perguntavam como eu havia conseguido conquistar a amizade da isabe. há, se elas soubessem!!!!! agora todas as veses eu sou a última a sair da academia. cada vez isabel me ensina coisas maravilhosas. no próximo conto falarei de outras experiências que tive com isabel na academia. garotas que queiram trocar experiências, meu e-mail: docinhodegata@yahoo.com.br