RSS contos eroticos

Conto Erotico Churrasco, piscina e alegria

O fato que vou narrar aconteceu num final de semana após o carnaval em nossa casa, no interior de são paulo. eu junior, ela bela! somos casados havia 5 anos, eu 39, ela 35, ambos bem fisicamente e aparentemente! nesse final de semana recebemos um casal de amigos residentes numa cidade próxima, ele carlos ela drika, com mesmo perfil nosso, elas amigas desde infância, e sempre que nos encontramos temos liberdades de falar muitas asneiras e besteiras, porém sempre isso! nós nem eles, nunca participaram de qualquer tipo de sacanagem, a não ser cada um com seu cada um. chegaram em casa por volta das 10:00 h da manhã e já começamos a preparar um churrasco, cerveja, vinho e batidas. papo vai, papo vem, mulheres tomando sol, lá pelas 15:00 h, carlos já estava meio grogue todo alegre (pois é sistemático são), falando que queria fazer uma piscina em sua casa falei o quanto era bom e nadar pelado melhor ainda. ele fazendo graça, falou para as mulheres que iria tomar banho pelado, chamando todos para o faze. tomos já meia boca no álcool e eu o desafiei a fazê-lo naquele instante. ficamos no eu vou, eu vou, até que baixei a sunga atrás do balcão da churrasqueira e ele também baixou o short e corremos pelados pra piscina! as duas não acreditaram no que viram e começaram a zoar. ficamos os dois pelados na piscina e as chamamos para nos acompanhar, cada qual foi para junto de seu marido entrando no clima ficaram apenas com a tanga sem os topes dos biquínis, e ambas provocando e alisando seu parceiro. pediram-me pra fazer outra caipirinha quando então sai da água pela prainha da piscina e nossa colega fitou os olhos em minha rola depilada e disse a seu marido pra fazer o mesmo, parei próximo a eles e dava pra ver ela com a vontade de tocar, quando então minha bela falou pra drika passar a mão pra ver como é gostoso. carlos ficou vermelho vendo a mulher dele tocar em outra rola e ela dizendo bem em tom de brincadeira, conseguiu que ele relaxasse, deu mais algumas alisadas e conseguiu convencê-lo a depilar, indo pra baixo da ducha enquanto drika lhe passava a gilete e o masturbava ao mesmo tempo. voltei com mais uma caipira para cada casal. sentei-me à beira da piscina e minha esposa veio e começou a me chupar com a boca gelada da bebida. nossos amigos terminaram a sessão de depilação e voltaram pra piscina e seguiram o que estávamos fazendo. naquela sessão toda de chupa-chupa e caipirinha, nosso amigo já explodiu um gozo eu ainda conseguindo me controlar. saímos um pouco da água, as mulheres ficaram nas espreguiçadeiras, eu entre preparo da bebida e olhada na churrasqueira. já o nosso amigo foi para o banheiro e começou a chamar o juca, passando mal, sua mulher foi lhe socorrer ele já todo atordoado (pelo álcool e pela vomitada) deitou na rede e de imediato caiu no sono. tirados alguns sarros minha bela que já tava no grau também, estava sentada na espreguiçadeira ao lado da drika e eu em pé em sua frente, começou a melar minha rola na caipirinha e chupá-la. nossa amiga vendo e lamentando que o brinquedo dela tava dormindo, foi socorrida por minha esposa que ofereceu umas lambidas e ela já mesmo, não perdeu tempo. entraram na piscina e eu fiquei na borda, por ordem delas, e continuaram a molhar a rola na caipira e chupar, porém uma começou a tocar a perseguida da outra por cima do biquíni que logo foram arrancados. entre uma chupada uma passava a mão na outra e minha mulher já entrou num gozo que chegou a tremer. saíram da água bela veio por cima de mim na espreguiçadeira e começou a cavalgar, nossa amiga sentou numa cadeira em frente e começou a tocar siririca e logo chegou no gozo, minha esposa ofereceu uma cavalgada pra drika e ela já mesmo, sentou com a bunda virada para mim (que bunda!), terminou seus gozos em cima de mim, que também, não sei como demorei tanto, gozei como nunca dentro da nossa amiga e bela a fez deitar sobre mim de costas e começou a lamber a chavasca dela e minha rola gozada. deliramos de prazer e entramos na água pra dar uma refrescada. e o nosso amigo, acordou bem depois, todo estragado e sem saber o que realmente aconteceu! a esposa dele disse que só contará a ele num dia que ele tiver numa lua muito boa, senão não compreenderá! jrinterior@hotmail.com