RSS contos eroticos

Conto Erotico Dupla Penetraçao com meu namorado e o primo dele

Olá meus safadinhos... Estou aqui de novo com saudade de vcs e com uma nova historinha. Essa aconteceu comigo, o Giba, e outro primo dele que ainda não apareceu nas outras histórias. Já deu pra perceber o quanto os homens dessa família me adoram né?! Rsrsrs Vamos pra história!!! Em um certo sábado, o primo do Giba, que eu vou chamar de Beto, chamou a gente pra sair pra um barzinho a noite...a ideia era que fosse o Giba e eu, ele e a namorada...por volta das 18 horas o Giba e eu chegamos na casa do Beto e ele nos convidou para entrar...disse que possivelmente o programa pra noite ia melar porque ele e a namorada tinham brigado e ele não tava mais no clima pra sair. Aí o Giba disse pra eu ficar na sala que ele ia conversar com ele um pouco. Fiquei uns 15 minutos sentada lá sozinha e daí os dois voltam lá de dentro do quarto. Então o Beto diz: - Giba, fica aí que volto já...vou só ali comprar umas cervejas pra gente beber aqui mesmo! Ele saiu e ficou só nós sozinhos lá. Aí já viu né...eu e o Giba sozinhos...começamos a nos agarrar ali mesmo no sofá. Muitos beijos, pegadas...eu já tinha tirado as sandálias e já tava sentada no colo do Giba...ele pegava nos meus seios por cima da blusa e me beijava e eu baixava a mão pra pegar no pau dele. Aí eu disse pra gente ir pra cozinha, porque se o primo dele chegasse não ia pegar a gente naqueles amassos todos. Eu não sabia o que o Giba tinha conversado com ele, mas eu pensava que ele não sabia das nossas transas coletivas, por isso pedi pra gente ir pra cozinha. O Giba concordou e a gente foi...eu pedi pra dar uma chupadinha no pau dele porque já não tava mais aguentando fica se agarrando e não poder chupar o pau dele. Ele sentou na mesa e botou o pau pra fora...rapidamente caí de boca e comecei a chupar com muito gosto!!! O Giba gemia, não muito alto... mas gemia num tom que me deixava cada vez mais excitada... Eu pedi pra que a gente fosse pro banheiro, pra dar nem que fosse uma rapidinha lá, mas o Giba disse que achava que o Beto ia demorar e que a gente podia ficar “brincando” ali mais um pouquinho. Como eu já tava no clima, aceitei continuarmos ali. De repente ouvimos um barulho na porta. Era o Beto que tinha chegado. O Giba levantou e a gente começou a se beijar em pé pra tentar disfarçar, já que tava difícil por causa do volume que tava na bermuda do Giba e a minha cara de tarada, que denunciava que tinha acabado de chupar um pau. O Beto chegou na cozinha e pegou a gente se beijando e disse que ia botar a cerveja na geladeira e que voltava logo porque ia tomar banho. Já que ele saiu, o Giba voltou a colocar sua vara pra fora pra que eu pudesse chupar. Eu me deliciava com o pau dele na minha boca, estava tão empolgada que nem lembrei que o Beto tava em casa. O Giba me agarrou pelos cabelos e fazia minha cabeça subir e descer engolindo seu pau. Me chamava de gulosa, cachorra...mandava eu engolir tudo. De repente sinto o Beto chegar por trás de mim...beijando minhas costas e depois começou a desabotoar meu short e tirando ele. Eu olhei pro Giba e ele disse que tinha dito pro Beto no quarto que já que a namorada dele não ia, a gente podia fazer a festa e contou pra ele sobra as nossas transas loucas. Então olhei pro Beto e disse: - Hoje você nem vai lembrar que sua namorada existe. Vou te fazer ir a Lua!!! Depois de tirar meu short ele começou a dar umas mordidinhas nas minhas coxas, e foi subindo até minha calcinha e começou a tentar tirar minha calcinha com os dentes. Depois tirou logo com as mãos e começou a alisar minha bucetinha. Ele brincava com meu grelo e começou a enfiar dois dedos nela. Aquilo tava muito bom, o pau do Giba na minha boca e ter outro pra foder minha buceta....isso é gostoso demais!!! Comecei a gemer e pedia pra ele enfiar o pau dele em mim, aí ele disse que só ia meter depois que sentisse a minha boca no pau dele. Ele nem precisou pedir outra vez. Tirei o pau do Giba da boca e comecei a mamar na rola dele. Tinha um gostinho delicioso também, eu engolia todinho, colocava tudo na boca. Ele gemia alto e dizia que a namorada nunca tinha feito um boquete nele antes e disse que é uma sensação maravilhosa. Ele tava em êxtase!!! Fiquei muito mais empolgada quando ele disse isso. Aí perguntei se ele já tinha feito anal alguma vez e ele disse que também não, que com a namorada era só na buceta e pronto, era tudo tradicional. Então eu disse: Hoje vai experimentar o que o sexo tem de melhor e nunca mais vai querer deixar de fazer!!! O Giba disse pra irmos pro sofá. Ele sentou e disse pra eu sentar em cima, de costas pro Beto, porque íamos fazer uma dupla penetração. O Beto pirou na hora com o que o Giba disse. Eu sentei no pau no meu namorado e rebolava gostoso sentindo o pau dele dentro de mim. O Giba abria meu cuzinho e mostrava pro Beto, dizendo que ele podia aproveitar. Eu gemia pedindo pro Beto enfiar logo o pau dele no meu rabinho. Primeiro ele passou a língua no meu cuzinho, depois começou a enfiar um dedo, depois dois...eu já tava alucinada com isso...beijei o Giba e disse que ia gozar. Ai o Beto bateu na minha bunda, deu um tapão forte e disse: Vai sua putinha, goza no pau do meu primo!!! Rebola essa bunda gostosa pra eu ver... Foi um dos orgasmos mais incríveis que já tive! Mas o Beto ainda não tinha enfiado o pau no meu cuzinho aí disse pra ele enfiar logo. Ele começou a enfiar aquele pau no meu rabo...o pau dele era um pouco grosso e saiu rasgando a entrada do meu cuzinho. Depois que entrou a cabecinha, ele enfiou tudo e comecei a rebolar de novo, agora com duas varas me fodendo, o Giba na frente e o Beto atrás. O Beto tava adorando, dava estocadas fortes. Disse que meu cu era delicioso, bem apertadinho. Os dois me xingavam, me chamavam de puta, de vadia, cachorra... mandavam eu rebolar no pau deles. Entramos num ritmo gostoso e mexíamos simultaneamente. Não demorou muito e o Giba com todos aqueles gemidos anunciou seu gozo... Quando ele tava gozando o Beto também começou a gemer bem alto e disse que tava gozando, dizia que tava inundando meu cuzinho de porra! Nossa... foi uma loucura essa foda...deliciosa! O Beto tirou seu pau de dentro do meu cuzinho e aí me levantei, quando levantei escorria porra nas minhas pernas, saindo da frente e de trás. O Giba me beijou e disse: - Amor, mais uma vez você foi maravilhosa!! Fomos tomar um banho e começamos a beber. Depois de beber ainda passamos a madrugada quase toda fodendo. E sem dúvidas o Beto nunca vai esquecer os prazeres que o primo Giba me deixou proporcionar a ele!! Bjs da Ellen!!!
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.