RSS contos eroticos

Conto Erotico Minha esposa transando com dois - parte 2

Olá, como havia dito, estou contando o que aconteceu na noite seguinte.
ao chegar em casa, por volta das 19:00h, encontrei os sávio e o fábio na sala conversando com minha esposa. nos cumprimentamos e decidimos fazer uma massa para o jantar, fomos todos para a cozinha, abrimos um vinho e começamos a preparar o jantar. durante o jantar, descobri que os dois eram casados. disse a eles que gostaria de conhecer as esposas deles, assim como eles conheceram a minha. eles nem desconfiavam que eu já sabia de tudo. após o jantar, e alguma garrafas de vinha já bebidas, fomos para a sala. o sávio e o fábio começaram a fazer posições de yoga e eu instiguei minha esposa a fazer algumas também. os dois se colocaram em posição invertida (de cabeça para baixo) e eu disse para a minha esposa fazer também, ela disse que não poderia pois estava de saia, e eu disse que tudo bem, pois iria segurar a sai dela para não cair. quando ela se posicionou, segurei sua saia, poré sua camiseta abaixou e deixou seus seios a mostra. eu de imediato disse: agora que os seios já apareceram, nem preciso segurar a sua saia. soltei a saia, e a bucetinha dela ficou a mostra, pois a safada estava sem calcinha. ainda segurando suas pernas para o alto, dei uma cheirada em sua buceta e uma lambida, dizendo que além de perfumada ela estava deliciosa, e ofereci para os dois para também conferirem. minha esposa, aos risos disse que aquilo só poderia ser uma brincadeira minha e insistiu que eu soltasse sua pernas. os dois se levantaram, vieram até ela, e deram uma bela chupada na sua bucetinha. ela gemeu e se soltou no chão. os dois olharam para mim e eu disse que eles deveriam aproveitar a hospitalidade dela, e darem um trato nela. os dois se jogaram em cima dela e começaram a chupar seus seios e sua buceta como se fosse a primeira vez. eu disse para eles não pararem que eu voltaria logo. fui até minha pasta e peguei uma filmadora que havia comprado naquela tarde, e comecei a filma-los, garantindo a eles de que aquelas imagens ficariam somente conosco. os dois se alternaram em chupadas e penetrações em buceta e cuzinho. eu também entrei na roda, e enquanto eles faziam uma dupla penetração, ofereci meu pau para a sandra, chupar. para meu espanto, o sávio disse que o fábio também gostava de chupar uma rola, o que algumas vezes eles já havia feito. tirei o para da boca da minha esposa, me ajoelhei e ofereci para o fábio chupar. ele olhou para o meu pau, que era o maior dos três, segurou-o e começou a acaricia-lo. logo começou a beijar e passar a língua. quando ele o abocanhou, minha esposa disse que era ótimo ser fodida por uma viado. ela empurrou o sávio para o lado, e começou a chupar o pau do fábio, acompanhando de uma penetação com o dedo no cu dele. o sávio viu aquilo e foi no o ouvido do fábio e sussurou: eu sempre quis comer o seu cuzinho e você não me deu, penso que de hoje você não escapa. tirei o meu pau da boca do fábio, que de imediato engolui o pau do sávio. empurrei minha esposa para o lado e comecei a lubrificar o cuzinho do fábio. ele estava deitado de costas, portanto coloquei um travesseiro embaixo de sua bunda (fazia isso também com a sandra) para deixa-la mais alta. mirei meu pau no cuzinho dele e comecei a forçar. ele deu um grito dizendo que era pra fazer devargar, pois era virgem no cuzinho. minha esposa foi a te a cozinha, trouxe um pote de margarina e começo a aplicar no cuzinho do fábio, que não largava o pau do sávio. coloquei novamente o pau no cuzinho do fábio e forcei a entrada que foi facilitada pela margarina. ele parou de chupar o pau do sávio, transou a respiração, e eu aproveitei para enfiar tudo de uma vez só. ele urrou e disse: come logo e come tudo. logo ele já estava curtindo a foda. eu comendo seu cuzinho, o sávio oferecendo o pau para ele abocanhar e minha esposa batendo uma punheta para ele. gozei no cu dele como nunca havia gozado antes. saí para o lado e o sávio ocupou meu lugar para comer o fábio. ele enfoiu tudo de uma vez só pois o caminha já estava todo aberto. a sandra sentou-se em cima de seu rosto, oferecendo a buceta para ele chupar. o sávio ficou uns 20 minutos fodendo o fábio, e assim que ele gozou, eu já estava pronto novamente. ficamos assim por umas duas horas, alternando quem comia o cuzinho dele. era por volta das quatro da manhã, eu disse que era hora de irmos para a cama. o sávio foi para o meu quarto com a sandra pois ela disse que queria fuder mais, e eu fui para o quarto de hóspedes com o fábio. ele me olhou e perguntou se iria continuar, e eu disse que sim, que queria dormir com o pau dentro do cu dele. ele reclamou dizendo que não agüentaria mais. fui até a cozinha, peguei gelo e voltei para o quarto dizendo que ele seria minha milherzinha até o final do dia, pois não iria trabalhar mais naquele dia. dava pra ouvir a sandra e o fábio transando em nosso quarto, enquanto eu comia mais o cuzinho do fábio, que já estava desfalecido na cama, mas não se importando de eu estar comendo seu cuzinho. eles acabaram por ficar até o final de semana, e a sandra e o fábio ficaram de nossas mulheres. o casal que quiser ter o marido virando mulherzinha, envie um e-mail para mercadorias5@gmail.com