RSS contos eroticos

Conto Erotico Adestramento da Smile part II

Após passar o tormento da noite passado com um vibrador na vagina e outro no cú, eu não tive escolha, eu gozei, e muito. Eu não consegui dormi muito, passei a maior parte do tempo pensando em besteiras, como eles iriam me punir, se meu Senhor viria me busacar antes, como me livraria daquele tormento. Eu consegui dormir depois de um longo periodo, mas fui acordada com um jato forte de água, estava bem gelada, eu comecei a me debater, mas não adiantou, eles só pararam quando todas as "novatas" já estavam sem forças. -Cadelas inuteis, é por isso que vocês estão aqui, não conseguem passar uma noite sem gozar. Era a voz do Dono da escola, ele veio andando devagar em minha direção, meu coração estava acelerado, eu estava ofegante, mas não de tesão e sim de medo. -Ei você ! Ele apontou o dedo para mim, e continuou caminhando em minha direção, em um certo momento cheguei a achar ele sexy, mas isso logo se afastou quando ele me deu um tapa bem forte na minha cara. -Cadela Smile, certo ? Eu fiquei paralisada, não conseguia falar. PAFT! Outro tapa na cara. Me desculpe senhor. PAFT! Outro tapa, só que dessa vez na minha bunda. -Nunca fassa cara de choro para mim. -Sim Dono. Eu não exatamente por que eu o chamei de Dono, mas ele simples ignorou e voltou para ver as outras subs. -Como vocês todas gozaram durante a noite, agora seram punidas por isso, e eu não tenho dó. Ele falou isso seguido de uma gargalhada maliciosamente medonha.Uma das Dom que estavam lá nos soltou, ela nos conduziu até novos aposentos que mais pareciam celas de uma masmorra medieval. -É bom vocês estarem bem limpinhas !! Com isso ela jogou uma toalha para cada uma, apontou para o canto do aposento e disse que deveriamos tomar banho e que ficassemos bem limpinhas. No meu aposento, tinha mais duas subs, eu não falei com ninguem por medo, fui a ultima a tomar banho, um longo e demorado banho. -Atenção todas as cadelas se dirijam para o pátio. Esso foi o comunicado que fizeram pelo interfone. Como mandado fomos para o pátio, quando cheguei eu vi uma garota no meio do palco amarrada numa cadeira de ginecologista. O Dono logo começou a falar. -Essa cadela tentou fugir de nossa escola, e com isso ela sera castigada. Nós estavamos la como telespctadores de umshow de horrores, e ela coitada estava la comp um aviso. Primeiro ele pegou uma vela e começou a pingar por todo corpo dela, começando pelos biquinhos de seus seios, descendo em uma lnha reta até seu grelinho, ela gemia, não se de prazer ou de dor. Apos ter feito isso ele largou a vela e prendeu seus seios, ela gritou de dor, ele repetiu isso em sua buceta, depois de deixar por alguns instantes, ele os tirou e passou uma agulha em cada biquinho, eu fiquei apavorada, mas ao mesmo com muito tesão. Ele disse que estava quase no fim, ele pegou uma palmatoria e bateu muito, mas muito mesmo na bunda dela, ele saiu por um instante e voltou com uma maquina, ela tinha dois penis falsos, eles eram grandes e grossos, ele amarrou a cadela de quatro de forma que ela não pudesse se mecher, encaixou os dois penis nela, um na vagina e outro no cú, ela não parava de gritar, por isso foi colacado uma mordaça nela. O Dono ligou a maquina, ela começou devagar, mas foi acelerando, fazendo com que cada estocada, fosse forte e empurrando a garota para frente, a cara do Dono era de triunfo, a garota se debatia o maximo possivel, a maquina foi ficando mais rapida e mais forte, ele disse que ele ficaria assim durante a proxima hora e que nós deveriamos subir e mijar em cima delas, quando subi, vi que ela estava quase desmaiada. Quando todas descemos o Dono disse que teriamos um detino parecido, mas mais leve. Meu coração disparou e eu fiquei com muito medo. Espero que tenham gostado, no proximo conto como foi o castigo e o resto da semana de adestramento. Bjs ~CadelaSmile~ Comentem o que acharam
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.