RSS contos eroticos

Conto Erotico Brinquedo 2

Bem, eu voltei! cheguei em casa toda doída, nem podia sentar direito, minha tia nem importou, pois ficou feliz com o dinheiro, menti para ela sobre a recepção que tive, mas falei com ela q não iria mais, ela nem me deixou terminar a frase, disse que eu irei por bem ou por mal, se eu não fosse seria entregue para alguma instituição que ela tava cansada de me bancar, bem, não disse meus motivos reais, por medo, ou vergonha, mas acho que mesmo assim ela não se importaria, estava encantada com o dinheiro que eu trouxe. no outro dia, depois das aulas, com meu cu ainda dolorido, fui a casa de minha" patroa", chegando lá , seu marido novamente me recebeu, " voltou cadela!", q bom, vai almoçar, por que quero brincar de novo, e para lembrar minha esposa viajou, vai ficar 2 meses fora", nossa fui direto para a cozinha, almocei, a empregada deixou meu prato pronto antes de ir embora! ele então entra na cozinha , trajando seu roupão, ele é muito alto e barrigudo, careca no meio da cabeça e tem bigodes, ele é branco e tem dentes amarelos, ele entra e me chama, " hoje nós vamos brincar de boneca" vc vai ser a mamãe eu o papai e vou te arrumar um nenem! kkkkk me pegou pelo braço me levou para seu quarto na parte de cima da casa, lá, tinha uma boneca emcima da cama, um bebê, todo arrumado, " olha lá mamãe, seu nenem, pega ele que ele esta chorando" fui até a cama e peguei o bebê , ele me disse " acho que ele ta com fome amor, dá mamar para ele", poenhe o peitinho para fora e poenhe na boquinha dele" fiquei sem jeito, ai ele veio até mim e tirou minha blusa, fiquei de sutiã, ele baixou a alça do meu sutiã, 'vai meu bem, nosso nenem dá com fome! ai pegou o boneco e empurrou na direção do meu seio, " isso vaquinha, vou te ensinar o que fazer" ele então mandou eu deitar na cama, detei, ele deitou do lado, baixou a outra alcinha do sutião, ficando minhas duas maças de fora, elas estava começando a crescer, estava bem inchadas e doloridas, ele começou a massagear las, bem devagar," isso, que tetas gostosinhas, acho que vou mamar também, na minha mulherzinha, nossa que delicia !" ele começou a chupar, como se fosse uma criança, no bico do meu peito enquanto apertava o outro, ai passava para o outro, parecia que a fome dele aumentava, " nossa! que delecia, vou devora las,chop,chop,chop,isso durou meia hora, ai ele parou, mandou eu virar e ficar de bunda para cima, subiu minha saia toda, abaixou minha calcinha até os joelhos, eu ja sabia o que ele ia fazer, por isso comecei a chorar, " nossa ta chorando mamãe,seu maridinho que comer seu cuzinho bem forte, morde o travesseiro que passa! ai ele deitou emcima de mim, procurou meu buraco com a mão, ai levou seu pau para o meu cu, enfiou de uma vez, eu gritei como louca, minhas pernas não estavam nem abertas, e seu pesso me esmagava de encontro ao colchão ele passou seus braços me abraçando os seios ja machucados pela sua boca, e foi apertando enquanto metia fundo,cada vez mais fundo, mais, mais, mais, apertava meus seios, e me perguntava," ta doendo, ta? chora então, vai chora, ta doendo, nossa que cu," ai ele parou , tirou o pau e se levantou, me puxando de cima da cama, me levou para o sofá tirou minha calcinha de vez, me colocou em pé perto do encosto do sofá, abaixando minha cabeça, até o encosto, veio por trás e meteu seu ferro no meu cu estuprado e foi bombando, por uns 20 minutos até gozar, eu sentei no chão e fiquei chorando, ele foi até sua carteira e tirou outra nota de 50 e me deu, ' vai tomar um banho, e passa a pomada que lhe dei, depois vai assistir tv, fala com sua tia que vc vai dormir aqui amanhâ, " ele disse que um colega seu ia visita lo e ele queria me mostrar para ele" eu fiz o que ele mandou e voltei no outro dia......



Gostou? Então Compartilhe!