RSS contos eroticos

Conto Erotico ESTRUPO COMBINADO

Gente... Tenho lido muitos contos de vocês... sei que muitos são fictícios, muitos fazem parte de fantasias realizadas ou ainda por realizar.... Mas, tenho certeza que muitos são reais, como este meu... É o seguinte, amigos... Sou professor em minha cidade, uma pequena cidade aqui do RN. Já com 50 anos, 30 deles em sala de aula, milhares de alunos passaram por mim... Sempre tive bom relacionamento com todos, especialmente com as alunas... Muitas me procuram para contar seus problemas, inclusive dos seus relacionamentos recém iniciados, brigas com namorados... ou até com maridos... etc... Como sou muito aberto, discreto e sigiloso (e elas sabem disso...), já ouvi delas coisas de arrepiar os cabelos... Como estou divorciado há mais de 10 anos, elas me perguntam muito sobre a minha vida sexua e aproveito para falar tudo, despertando-lhes a confiança em se abrirem também comigo... Daí, já rolou muitas coisas, que noutras oportunidades contarei prá vcs... O que quero contar aqui e agora, é algo que me aconteceu há uns anos... Numa das nossas conversas, depois fiquei conversando com uma aluna (Alice, nome fictício), que me falou que uma amiga dela, ex-aluna minha, (a Aninha) tinha a fantasia, o desejo mesmo de ser estuprada. Disse que a amiga falava prá ela que só de pensar ficava excitada, assistia filmes do gênero e se masturbava e gozava muito pensando num tarado a agarrando e a comendo a força... na marra, sem que ela cedesse... A safada da minha aluna falava tudo isso me olhando nos olhos com um certo brilho de taradinha no olhar... Perguntei qual era a finalidade de ela estar me contando aquilo... Aí ela me perguntou se eu teria coragem de realizar a fantasia da nossa amiga... eu fiquei um pouco pé atrás... Mas... disse que ia pensar.... A idéia me excitou muitíssimo, mas... A Aninha é filha única de um casal amigo meu, também separado, que mora só com a mãe. Conheço muito e de perto mesmo, todos da sua família. Teria mesmo que pensar, pois se algo desse errado a minha reputação iria pro beleléu e eu teria que ir embora da cidade, se é que não fosse até preso... A Aninha é daquelas meninas um pouco sonsas, mas que de vez em quando ficam sapecas... sabe como é... Sempre fui em sua casa para lhe dá alguma aula particular e muitas vezes a mãe dela não estava em casa, ficando só eu e ela, mas nunca aconteceu nada... Quando estava só comigo, ela não falava nada que pudesse sucitar alguma conversa "quente".... mas eu tinha livre acesso a sua casa... entrava a hora que quisesse... e sabia exatamente quando ela estava só (quando sua mãe estava no trabalho)... Pensei em todas as possiblidades, pesei tudo... e decidi que iria estuprar aquela gata... Liguei para a Alice e disse que tudo bem... iria realizar a fantasia da nossa amiga.... Era um sáabado pela manhã. Sabia que a mãe dela não estaria o trabalho e a minha "vítima" sozinha em casa... Fui passando na rua, como quem não quer nada... chegando em frente à casa, chamei... a Aninha apareceu... - oi professor, tudo bem? - Tudo, querida... Ia passando por aqui, sabe.... - quer entrar? - Bem, se não for incômodo, até que gostaria... Tem uma aguinha geladinha aí? - Sim, entre... Abriu o portão... eu entrei... ela seguiu na minha frente... que loirinha gostosa... Uma bundinha arrebitada, balançando sensualmente dentro de um vestidinho solto de malha... dava prá vê direitinho a sua calcinha enfiada no rabo... Pôxa... Nunca tinha visto como a Aninha era gostosa e sensual... Sei lá, parece que aquele dia era realmente o dia "D"... A Aninha é o tipo de garota tesuda... seios médios, delicados, boca sensual, lábios polpudos, olhos agateados, bela bunda, pernas roliças... fiquei ali imaginando como sria aquela bucetinha que certamente era cheiinha.... gordinha... seria peluda? lisinha? raspadinha??? Tudo aquilo foi me excitando.... Ela entrou na minha frente e quando eu entrei, fechei a porta e a janelinha da porta... Passei a chave e retirei-a... Quando ela viu o qu eu estava fazendo, voltou-se rapidamente... - Professor????? O que o senhor está fazendo???? Por que fechou a porta????? Por que tirou a chave???? - Cale-se sua fela da puta!!!! Sua cadela safada. Fique calada cachorra!!! Ela me olhou estupefata não acreditando que eu, seu confiável e dedicado ex-professor pudesse estar falando daquela forma com ela.... Parti prá cima dela... empurrei-a sobre o sofá...Ela caiu em ciam do sofá... seu vestidinho subiu mostrando a calcinha... pude vê que tinha uma buceta bem volumosa.....ela se ajeitou rapidamente quando me viu ohando naquela direção... ameaçou gritar... eu pulei em ciam dela, já com uma mão em sua boca... - Se gritar, eu te mato aqui, safada!!!! Fica calada!!!!! Ela estava com os olhos arregalados, aterrorizada. Por um momento pensei estar fazendo uma grande merda... Mas não tinha mas como voltar atrás... A merda já estava feita... Tinha que ir em frente e apelar prá que aquela fosse realmente uma fantasia dela... que a Alice não tivesse me sacaneado, me colocando numa roubada.... Estava com esses pensamentos e vacilei.... Ela conseguiu levantar-se e correu em direção a cozinha... Fui atrás dela... ela ficou arrodeando a mesa da cozinha e eu pega não pega... de repente vi em cima da mesa, um faqueiro. Nele uma faca daquelas grandes mesmo, de 10 polegadas... empunhei a faca e ordenei que ela parasse. Ela parou... Avancei sobre ela com a faca em punho... ela estava petrificada... tremendo da cabeça aos pés, apavorada... - fique quieta sua puta!!!! disse isso encostando a lâmina fria da faca em seu rosto... nesse interim, eu já estava de pau duríssimo.... me encostei nela, fazendo-a sentir todo o meu pau em sua coxa... e em sua buceta... Abaixei a alça do seu vestido... estava sem sutiam... liberei o peitinho dela... que lindo seio... passei a ponta da faca assim como que ricando o peitinho dela... arando a pontinha da faca, em cima do biquinho o peitinho dela.... enquanto isso, ia abaixando o vestido até cair a seus pés, deixando-a apenas de calcinha, ali encostada na mesa da sua cozinha.... - João. Por favor, não faça nada de mal comigo... por favor... implorou ela... - Cale-se sua vadia, já disse!!!! e mandei-lhe um belo de um tapa em seu rosto.... ela ficou aterrorizada... - continei descendo a faca, riscando de leve o seu busto, sua barriga, seu umbigo... até chegar sobre a sua buctinha.... Fiz ali uma pressão bem forte com a ponta da afiada faca... ela começou a chorar... - Pare de choirar, vadia, senão eu te fodo com essa faca... pode parar.... Ela ficou soluçando.... sentia seu corpo tremendo.... coloquei meu pau duríssimo prá fora e a ordenei que pegasse nele... Ela pegou muito timidamente... mandei apertar... ela apertou e meu pau ficou pulsando na mão dela... senti que ela estava apaertando e soltando... Estava ficando cada vez mais louco, mas teria que manter a pose.... - Ajoelha aí e me chupa cadela!!!! Ela Não ponderou... se ajoelho e colocou meu pau na boca e foi logo mamando deliciosamente... engolindo todinho... vi nque ela estava gostando... que tb estava excitada... - Levanta, cachorra!!! ordenei... ea levando... cortei a sua calcinha, que caiu a seus pés... vi ali, em minha frente, ao meu alcance, a buceta mais linda da minha vida... lisinha, inchadinha... passei o dedo nela, a senti molhadinha... ouvi ela respirar.... - Senta aí... ela sentou.... na mesa e foi logo abrindo as pernas, num sinal de que estava visivelmente excitada...Me abaixei, não resisti... meti a minha lingua naquela bucetinha linda e suculenta... em menos de dois minutos a garota começou a gozar, puxando a minha cabeça de encontro a sua buceta, com força.... quando terminou de gozar, deitei ela de bruços na mesa, lambi o seu cuzinho, encostei meu au no seu buraquinho delicado, ela abriu as pernas e eu comi aquele tão delicioiso cuzinho... estava tão excitado, que não demorei muito prá esporrar naquele cuzinho branco, cheiroso, maravilhoso.... Depois disse... - Agora, Aninha... vai tomar um banho... e eu vou sair... e faz de conta que isso nunca aconteceu, tá? Mas não foi bem assim...rs... Ela e a Alice eram confidentes... A Alice acabou revelando prá ela que tinha falado para mim da sua fantasia... e que eu tinha combinado com ela de realizar... Hoje somos todos amigos... e de vez em quando tranzamos a tres.....



Gostou? Então Compartilhe!