RSS contos eroticos

Conto Erotico A amiga metaleira

Tudo começou uns 5 anos atrás... eu tinha uns 23 na época, estava passando por 1 fase de solteiro fazia um tempinho... meu nome é arthur sou alto olhos verdes cabelo comprido não muito em forma, tenho barriguinha, gosto de rock...
enfim, como passava por um período de ‘vacas magras’ estava atirando para tudo que é lado... nisso um amigo meu terminou seu namoro com edméia, mais conhecida como meia que também é metaleira que nem eu...nao era nenhuma beldade, devia ter uns 22 na época, morena, olhos escuros, corpo meio cheinho, seios grandes e bicudos, coxas grossas e com 1 cara de safada que valia por todos seus atributos.. como meu amigo havia me dito que ela era realmente uma safada na cama, quase ninfomaníaca, que só não dava o rabinho, resolvi ir no aniversário dela , apesar de não ter muita amizade de qualquer modo.
chegando lá, em um barzinho, encontro ela e como sempre me comprimenta até com alguma distância e reserva, estava usando uma camiseta preta básica feminina de banda de rock e um jeans claro... nem dou bola... sento na mesa do lado de 1 amiga sua, débora , mais conhecida como debbie, uma moreninha estilo mignon magrinha de cabelos compridos, carinha angelical de princesinha daquelas que vc nem acredita q já meteu na vida, olhos pretos, com 1 bundinha gostosinha e peitinhos médios que estava usando um top preto e uma sainha bem curtinha deixando suas coxas roliças e gostosas a mostra... já estava vendo q a noite ia ser uma merda pois ela estava acompanhada de seu namorado q dava uns malhos com direito a enfiar a mão por dentro da calça em sua bunda na frente de todo mundo...bebidas vai, conversas vem, o namorado da mesma tem de ir embora pq precisa trabalhar cedo... vai passando a noite e sobram nós 3 no bar... começo a conversar com a debbie descompromissadamente já que a méia não tem cara que quer nada comigo... nisso a debbie que já tinha tomado algumas cervejinhas a mais e já se achava bem mais ‘soltinha’ me diz no meu ouvido: _ ainda bem que aquele mala do meu namorado foi embora, gosto dele mas ele trepa mal pra caralho. to louca de vontade de não dormir em casa hoje mas nem um pouco a fim de ficar com ele. me surpreendi pois achava q ela estivesse mais p/ um convento q para um bordel...olhei para a aniversariante que continuava tomando sua cervejinha na minha frente nem imaginando por onde ia nosso papo mas como ela tava dando trela resolvi não parar de conversar: - se vc quiser a gente pode dar um jeito de vc passar a noite fora e se divertir bem mais do q vc se divertiria com aquele carinha.disse já em sua orelha e passando a mão em sua perna.- onde vc tem vontade de ir que seu namorado nunca te leva? a respiração de debbie estava ofegante nessa hora e ao deslocar a mão em sua coxa senti o liquido q escorria de seu sexo. a safada estava sem calcinha e ensopada de tesão como nunca tinha visto na vida.olhei seus peitos e notei que estavam praticamente rasgando o top de tão duros. – arthur, me desculpa, não costumo ser assim mas estou doida de vontade de vc, me beija bem gostoso na minha boca? não tinha como resistir a um pedido desses. dei um beijo em que nossas línguas pareciam q duelavam por suas vidas e depois terminei chupando sua língua. o rio q estava em sua perna ficava cada vez mais quente. nesse ínterim méia me olhava primeiro com receio depois com profunda cara de safada entre um gole e outro. nisso debbie me diz:- não to aguentando mais de tesão, posso te perguntar 1 coisa arthur? -claro – vc me come gostoso hoje hein? me come? nem pude acreditar no que ouvia, na mesma hora disse – lógico vou te comer hoje mesmo, mas o q vamos fazer em relação a méia, nossa aniversariante? como se fosse na padaria comprar pão, debbie diz p/ méia: - mé, não to nem um pouco afim de dormir em casa hoje e seu amigo quer me foder gostoso, já que nós 2 íamos voltar de ônibus e não quero te deixar voltar sozinha para casa vc se importa de nos acompanhar no motel? nunca imaginei que poderia ouvir aquilo meu pau que quase arrebentava a calça não sei como não estourou o zíper. a méia não deixando por menos respode: - ah acompanho vcs sim mas não vai rolar nada comigo vcs sabem que acabei de terminar o namoro e não quero me envolver. _beleza , disse eu, sem problemas, vc não vai fazer nada que não queira. pedimos a conta e assim rumamos para o motel mais próximo. durante o caminho a debbie veio o tempo todo me provocando com a mão no meu pau e falando sacanagens no meu ouvido enquanto a méia estava no banco de trás do carro só vendo tudo aquilo. dado a ocasião festiva peguei 1 das melhores suítes com direito a piscina e tudo . _ méia , já que vc não quer fazer nada pode ficar nadando na piscina enquanto eu e o gostoso aqui brincamos... a santinha estava virando 1 piranha das mais safadas. arrasto a debbie para um dos quartos e deixo a méia em um outro ambiente. quando entro no quarto, arranco o top de debbie com tanta força que rasgo ele no meio . –ah meu , era meu top p/ ir trabalhar agora vou trabalhar com qual roupa? ela diz com carinha forçada de choro, que me dá ainda mais tesão. sugo seus seios a ponto quase de arrancar eles fora com tanta força – ai que delícia sabia que ia achar alguém que me tratasse como mulher hoje e não como o viadinho do meu namorado. vem meu macho sou toda sua... lambi por quase 1 meia hora aqueles seios fazendo ela gemer que nem 1 cadela no cio. fui lambendo até chegar nas suas pernas nesse momento totalmente ensopadas pelo líquido de sua buceta. senti o gosto dela em suas pernas, que delícia. levantei a saínha e qdo ela ameaçou tirar disse : - não, vou te foder com ela, assim toda vez que vc olhar p/ ela vai lembrar de quem realmente te fez mulher de quem é o teu verdadeiro macho. – ta bom então me chupa seu gostoso .comecei a lamber sua buceta molhada primeiro pelos lábios depois passando por cima por fora e por dentro do buraco e por último suguei seu clitóris completamente duro e vermelhinho. ela gemia muito alto , deve ter gozado umas 3 ou 4 vezes. toda vez q ela ia gozar enfiava meus 2 dedos em seu buraquinho p/ lá de lubrificado deixava ela gozar com eles dentro. -aí cacete, que tesão , puta q pario nunca gozei tanto e tão gostoso na minha vida como hoje. ela estava em êxtase e ainda nem havia penetrado ela.- aí arthur me fode logo de vez não to agüentando mais... – sossega minha putinha vc tem a noite toda p/ gozar hoje... mas agora tá na hora dessa boquinha gostosa chupar meu cacete. dito e feito , ela arrancou a minha calça e começou a sugar meu membro duro como concreto e molhadinho de tanto tesão. como ela chupava que nem 1 puta. primeiro lambeu ele todinho depois chupou meu saco, minhas bolas e a cabeça. depois enfio a ponta da língua entre a pele do pinto e a cabeça, muito gostoso, perguntou: - posso passar batom bem gostoso? disse – é todo seu putinha. nisso ela fez como os lábios como se fosse dar 1 beijo e fez a cabeça do meu pau ir e vir neles que tesão, continuando ela enfiou meu pau no fundo de sua garganta, sentia ele batendo nela, foi o melhor boquete q já me pagaram na vida. enquanto ela chupava eu massageava seus peitos e apertava a pontinha deles deixando ela ainda mais louquinha.- pára de mamar um pouquinho que tá na hora de ser fodida como vc queria. puxei ela para cima de mim e disse em seu ouvido: - que tal deixar sua amiga louquinha também hein? vamos fazer assim geme bem alto e mexe com ela só para ela escutar e passar vontade aí quem sabe não como ela também. - seu filho da puta vc não presta mas to doida de vontade de ver ela trepando também e nunca fiz sexo a três então vou ajudar você.coloquei ela de 4 e enfie sem dó de 1 vez só... estava tão molhada q entrou com tudo... o melhor de tudo a buceta dela era apertadinha a piranha não devia ter metido muito na vida não. _ aaaaaaaiii que tesão. entrou tudinho numa só... aaii méia vc precisa ver que delicia é seu amigo, tá me fodendo gostoso de 4 , tô sendo toda comida por ele , que pau grande e duro puta merda aii delícia...tá me arrombando todinha, estourando todas as minhas pregas na buceta. isso sim que cacete não é aquele pintinho de menino daquele meu namorado. eu tenho um pau de 18 cm e bem grosso logo imaginei q o cara tivesse um pau pequeno mesmo. comecei a bombar com tudo na racha dela puxando ela pela cintura cada vez mais rápido e forte, nossa como era gostosa aquela mina – ah agora sim , pela primeira vez na vida tô sendo feita mulher come sua putinha come come a vagabunda faz valer o corno que tô pondo naquele viado... méia vem ver que tesão...depois de ela ter gozado muito , ela diz: -agora o cu quero q foda meu cu.nunca dei ele para ninguém na vida e nem queria dar mas vc merece. não deixei por menos. tirei o pau ensopado da buceta dela e ia passar algum gel qdo ela falou –não, quero sentir tudo quero q ele me rasgue inteira. aquilo me deixou doido. passei meu pau um pouco na buceta p/ pegar mais lubrificação dela e comecei a meter no seu cuzinho. ela foi à loucura: -aiiii méia, vem cá vem ver o meu macho arrombando minha bunda, tirando o meu cabaço de cu que tesão aí tô rasgando todinha aiii... que tesão de cu virgem muito gostoso e apertado, comecei a enfar com tudo e voltar - ai ai mexe mexe fode que o meu traseiro ta querendo esse caralho bem no fundo aiii - deby to quase gozanto tesão quer q goze no seu cu? -não, tira ele deixa eu beber sua porra... quando tirei o pau de seu cu ela nem titubiou e sugou ele todinho p/ fundo da sua garganta. gozei feito louco. ela até engasgou com tanta porra mas não deixou cair nenhuma gotinha no chão deixou escorrer um pouco no cantinho da boca mas limpou tudinho com a língua mesmo...-foi a mehor foda da minha vida, ela disse , e vc méia não mudou de idéia e não quer experimentar não? nisso olho para o sofá e vejo a méia de calça jeans passando a mão nos seus seios por cima da camiseta e com a outra em cima da buceta..... mas isso já é outra foda... se vc gostou vote nele e aí quem sabe não continuo a historia? mulheres que ficaram molhadinhas com meu conto mandem emails para arthur.sexy@hotmail.com
beijo nas bucetas, arthur.