RSS contos eroticos

Conto Erotico A BABA DA VIZINHA COMIDA A FORÇA

Num noite, chegando em casa, ouvi um choro, era Jucilene, a baba da vizinha, havia chegado atrasada e ficara fora de casa, a patroa fora viajar. Convidei para ir para minha casa, já com má intensão, aceitou. Ela é morena, tem 1,55, bunda grande, seios médios, carinha de anjo, acho que deve ser maior de idade, mas não sei. Lá em casa deixei ela a vontade, fui tomar banho, e do banheiro gritei que se ela quisesse podia vir, ela sem jeito, envergonhada disse que não era disso. Sai enrolado na toalha, pau duro, ela deitada no sofá vendo TV, cheguei perto e coloquei meu pau na sua boca,levantou num pulo só, dizendo que isso seu Eurico, disse é só um carinho, vai , vou deixar vc ficar aqui, a casa é sua, e não vai ser ruim, vai dá um beijinho. Ela olhava o meu pau com cara de espanto, mão na boca, acho que nunca vira um pau duro,o meu nem grande é, 16cm. Fui na direção dela peguei a mão dela e coloquei no meu pau. Sem saber o que fazer alisava com nojo. Sentei ela no sofá, e coloquei meu pau nos seus labios ,com cara de nojo, não sabia o que fazer, falei lambe, ela fechou os labios, dei então um tapa forte e sonoro naquele rostinho, chorando abriu a boca e começou a lamber, boca quente, falei que era um pirulito, ela então tratou meu pau como se fosse. Nisso fui tirando a roupa dela, que delicia, estava assustada, não reagia, nua comecei a lamber seus seios, passar a mão na xoxota raspadinha. NIsso respirava alto, arfava, desci e lambi o grelinho de uma xoxota rosinha, fechadinha, ela segurou minha cabeça e dizia não faz isso não ...porfavor, mas passei a enfiar o dedo no cuzinho e chupava, ela por instinto rebolava, gemia, e se arrepiava. Peguei ela no colo e levei para cama, dominada, deitei ela com as pernas abertas, e fui colocando o meu pau, nessa hora tentou fugir, gritar, dei lhe outro tapa, e gritei que ia dar uma surra se não ficasse quieta e me servisse. Calou se e ficou toda minha. Meti na xoxota, tirei o cabaço, apesar da força, sua xoxota estava encharcada, pingava um liquido esbranquiçado e facilitava meter, nisso ela gemia baixinho,chorava, mas já denunciava que estava gostando. Logo estava gemendo e forçando seu corpo contra o meu, e começou a ter o primeiro orgasmo, e outro e outro, chorava, gemida, se descontrolada, dizia o que isso, nossa to louca, to maluca. Virei ela de bruços e, sem falar, meti no cu, num berro, ela não teve forças para impedi, meti tudo, comi com força , ela chorava em silencio, enquanto massageava seu grelinho, e de repente ela ficou descontrolada e dizia que queria mais, queria sentir novamente aquilo, e logo começou a tremer, e gozar, enquanto aquele cuzinho rosa comia meu pau. Depois gozei na boca dela, obriguei a engoli tudo, chegou a vomitar , mas bebeu bastante porra. Levei para o banho, dei banho nela, e depois no colo levei para cama de novo, e logo que me refiz repeti tudo de novo, ela não reagia, era minha puta. FIcamos o fim de semana todo, além da segunda feira, na terça quando a patroa dela chegou ela já estava viciada em ser minha puta, machucada, andando toda aberta, de tanto meter e se comida, com rabo em fogo, foi para o trabalho. NO fim do dia, cheguei em casa e quem estava me esperando, minha putinha, nervosa, roendo as unhas, e falando que não deixou de pensar um só minuto em tudo que aconteceu e que a dor e o prazer que experimentou o fazera estar ali para me servir...então....dei lhe uns tapas e comia a cachorra de todo jeito..depois pela manhã, cedinho dei leitinho na boca e mandei ela ir trabalhar...agora é assim... viciou em ser minha puta...



Gostou? Então Compartilhe!