RSS contos eroticos

Conto Erotico A Patricinha Metida x Porteiro

Olá amigos, Como esta é a primeira vez que escrevo algo, devo me apresentar. Chamo-me Marcelo, sou administrador e moro em Salvador. Tenho 26 anos, 1.78m, 86kg, olhos e cabelos castanhos escuro, corpo médio, pois costumo fazer academia, e uma pica..., que muitas mulheres ficam com água na boca e arranca muitos elogios, por ser grossa e grande (20 cm). Mas enfim, o que venho relatar, não aconteceu comigo, mas sim algo que presenciei a aproximadamente 8 meses, entre o Eliezé (porteiro do meu prédio) e a Bruninha, patricinha deliciosa que morava no 20º andar. O Eliezé é um cara legal, negro que aparenta ter aproximadamente 34 anos, alto e forte, casado e pai de 2 filhos, nós costumamos conversar muito, pois torcemos pelo mesmo time (Bahia) e de vez em quando rola aquelas resenhas esportivas, numa dessas resenhas, passa a Bruninha a caminho da piscina com um biquíni fio-dental, canga transparente, óculos escuros e rebolando uma maravilha, ela é uma delícia..., mas o quanto tem de beleza, tem de arrogância, ela é muito tiradinha, não dar um bom dia e sempre passa de nariz em pé, se achando melhor do que todo mundo. Bruninha é filha única, mora no 20º andar, e seus pais a mimam muito, acredito que para compensar a ausência dentro de casa, e isso fez com que ela se tornasse uma típica patricinha, mimada, cheia de vontades, e tirada até o ultimo fio de cabelo, mas confesso que ela é um tesão de menina, tem 20 aninhos, branquinha, loira, baixinha, peitinho tamanho boca durinhos, pezinhos 36 (lindos), cintura fina, pernas e panturrilhas grossas e um bumbum, que deve ter uns 103 cm, de da inveja a qualquer uma. É um verdadeiro monumento, capaz de colocar um copo em cima de tão empinado. Além de possuir todos esse atributos, se veste que é uma loucura, coloca sempre roupas apertadas e que evidenciam a marquinha de biquíni, calcinhas pequenas, piercing no umbigo e nariz, sandalhinhas que mostram seus belos pezinhos acompanhado de uma bela tornozeleira..., deixando os homens loucos, além de estar sempre bem perfumada. Mas enfim, vamos ao que interessa .... Nesse dia que a Bruninha passou, fiz um comentário com o Eliezé, elogiando-a bem como criticando sua arrogância, e ele concordou, falando: - Que nada rapaz! Ta vendo aí, tirando essa ondinha toda, ela é uma verdadeira putinha, se faz de santa, mas não é, fica se fazendo de difícil, mas conheço o tipo dela.., isso quando chega numa festa de playboy, deve fazer é coisa.... Uma putinha desses merece uma rola bem grande e dura no meio da bunda!!! Ela que me aguarde ... pois se vacilar pro negão, vai ver o que é pica de verdade. Eu disse para ele: - Você acha que uma patricinha dessas, toda fresca, metida e deliciosa, vai querer alguma coisa com porteiro? ela não vai querer nada nem comigo nem com você, é bom tirarmos o cavalinho da chuva, ainda mais agora, que está com um namoradinho novo. Ele disse: - É parceiro, a esperança é a ultima que morre! Agente riu e continuamos o papo... tempos depois resolvi subir, e quando estava no play, vi que ela voltou para reclamar da piscina que estava com alguma sujeira. Ela veio com toda arrogância e chegou, reclamando, menosprezando e humilhando Eliezé, que coitado, não teve nem como se defender. Ele tentou se explicar, mas ela nem quis saber, o coitado ficou de cabeça baixa e ela veio toda infezadinha de biquíni, a mostra, subir no elevador. Como sempre, nem cumprimentou. No outro dia, fui conversar com o Eliezé sobre o ocorrido, e ele me falou: - Essa patricinha mimada, merece receber uma rola bem grossa, para baixar com a bolinha dela, e me confessou, que vem acompanhando o jeito que ela chega das festas, através das câmeras do condomínio. Chegou até a dizer que viu uns amassos que ela tava dando com o namoradinho, na garagem. Na resenha, falei que também vinha acompanhando os passos dela, e que teve uma vez que ela tava com o namorado no carro no maior agarra-garra, mas como eu estava com minha namorada, nem tive como dar uma espiada. Eliezé riu e me falou: - Você é malandro não é Cellão ( meu apelido)? Passaram-se os dias e Eliezé veio me chamar, todo cabisbaixo e dizer que Bruninha voltou a fazer grosserias com ele, que Humilhou na frente de outras pessoas, até o discriminando, chamando-o de negro, pobre, feio e lixo, isso por causa de uma besteira, só porque Eliezé tinha esquecido de entregar uma encomenda. Ele me falou que também acabou a ofendendo, e tava com medo de perder o emprego. Falei com ele: - Negão! Fica tranqüilo, pois você é uma boa pessoa, bom profissional e isso não vai acontecer com você, tem mais de 2 anos trabalhando aqui, e não é uma discussão com uma patricinha mimada, infantil que vai fazê-lo perder o emprego. Não ligue para o que ela falou, o que ela falou não é verdade. Tenha orgulho de como você é! Ele me agradeceu a força e falou que não vai mais aceitar atitudes como essas por parte dela, e que ela não sabe com quem está mexendo. Aquilo me soou como tom de vingança, acho que ele ficou totalmente ferido pelo que aconteceu, mas como ele era uma boa pessoa, não imaginei que ele fosse fazer nenhum mal a ela. Dias passaram e estávamos nós batendo a velha resenha, quando de repende ela passou para sair com uma amiguinha. Eliezé retrucou: - La vai a putinha... vai dar essa bucetinha com a coleguinha na casa dos mauricinhos, mas esses otários nem devem comer esse rabo dela. Mau não sabe ela, o que a aguarda. Perguntei: Do que está falando? Ele respondeu: - veja isso aqui! Me mostrou um vídeo dela na piscina se esfregando no namorado, dava a entender que eles fizeram sexo na piscina, mas como estava escuro, não deu pra ver muita coisa. Perguntei: Você anda monitorando Bruninha negão? Ele riu e disse que estava tentando pegar ela em flagrante, para acabar com a bolinha dela e espalhar pelo prédio que ela é uma cachorrinha metida a santa. Disse: - Mas aí você perde seu emprego! Ele: - Mas perco com dignidade, pois depois daquele dia ela veio me maltratar novamente, mas dessa vez, fui mais forte. Estou até procurando outra coisa já. Disse: Não vale apena, esqueça isso. Ele: Tá! Mas como eu imaginava, ele não esqueceu porra nenhuma. Mas agora ele já não me falava mais nada. Só que eu como um bom malandro observei as movimentações. Até que um dia ela passou para ir a piscina e vi ele dar um sorrisinho para Bruninha. Estranhei! Mas ...... Fui também a piscina,e fiquei um pouco por lá, ela saiu antes de mim e quando tava indo para meu AP, vi uma cena que chamou minha atenção. Negão a chamou e falou alguma coisa no ouvido dela. Ela saiu chorando e correndo. Mais tarde, por volta de umas 23:00 hs, vi uma cena que me chocou, a Bruninha entrando na portaria, com uma sainha curta, toda arrumada e deliciosa, arrumada como uma típica patricinha. Essa cena eu nunca tinha visto antes. Meu Apartamento ficava no 4º andar virado para a entrada do prédio, e quando por coincidência vi essa cena, foi o motivo para eu descer correndo, tinha que ver o que estava acontecendo. Chegando lá ouvi uma gritaria..... eles estavam discutindo, até que ele falou: - Sua patricinha mimada! Está pensando que não sei coleh a sua? Sei que você tira onda de santinha, de difícil, mas é uma putinha que adora uma rola. E se duvidar.... vc adora dar esse rabo que fica exibindo! -Ela bradou: O que é isso seu negro horroroso? Me respeite! Não lhe dou o direito de falar assim comigo, quem você pensa que é? E afinal, o que você quer comigo? Que vídeo é esse que você disse que iria espalhar? Não tenho nada a esconder de ninguém! Vou contar a meu pai que você me chantageou, ameaçando colocar meu vídeo trocando de roupa (no banheiro do clube), na internet!!!! Vou embora !!!!!! - Ele riu! E disse: E quem disse que é um vídeo trocando de roupa? É melhor vc me tratar muito bem, de agora por diante, pois se você não quer que ninguém saiba .... é melhor fazer TUDO o que eu quizer!!!! Alias, seu pai vai gostar muito desse vídeo, disse rindo e gargalhando. Ela ficou em choque, espantada.... e chorando disse: – Que vídeo é esse? Ele a puxou pelo braço, e levou para salinha que eles batem o rango e tem o registro das filmagens. Tive que correr para o outro lado, para ver o que acontecia! Fui lá em cima rápido e peguei meu celular. Estava louco, quase gozando ..... só de imaginar o que estava por vir..... Mas isso fica para o próximo conto. Não se desesperem, postarei em breve.
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.