RSS contos eroticos

Conto Erotico A SOCIEDADE SECRETA DAS ADOLESCENTES

Algumas coisas acontecem quando menos esperamos. Os adultos pensam que os adolescentes são ingênuos, muitos realmente são, mas a maior parte dos adolescentes conseguem manipular os adultos a ponto de terem seu próprio estilo de vida e sua própria sociedade secreta, felizmente eu fui um desses adultos que foram manipulados por esses adolescentes. Esse relato só foi possível depois de uma reunião com todo grupo. Todos os nomes são fictícios. Uma amiga que mora no mesmo prédio que eu vendeu o carro e me pediu que enquanto não comprasse outro, que eu na volta do trabalho pegasse a sua filha na escola. Passei a sair mais cedo da empresa para pegar as meninas, por coincidência uma amiga dela também mora no meu prédio e outra no prédio vizinho, quando me viram ir buscar Alice, também passaram a voltar comigo. Logo que eu comecei a ir buscar as meninas, a conversa entre elas era sobre concurso da rainha do colégio, pois elas iam participar. Depois de uns dias falavam sobre os meninos do colégio, elas estavam decepcionadas com eles, Carol disse que não queria nada com os meninos do colégio, que eles eram muito infantis, que um dos meninos namorava uma amiga dela e espalhou para todo mundo do colégio que ele pegou nos seios da menina, Alice filha da minha amiga, disse que também não confiava nos meninos, que também não queria nada com eles, Roberta disse que era perda de tempo que uma amiga que ficou grávida e se casou, disse que estava arrependida que o menino não sabia tranzar direito, que era tudo muito rápido. Roberta me perguntou se era assim mesmo que os homens transavam, eu falei que nem todos, que os que teimam em agir assim, não satisfazem as mulheres, que tudo tem que ser feito devagar, que o homem nas preliminares tem que deixar a mulher bem relaxada e dar muito prazer a ela. Roberta me perguntou se eu tinha tirado a virgindade de muitas meninas, falei que de algumas, que elas eram minhas amigas ate hoje, porque alem de a gente ter tido muito prazer, eu nunca revelei para ninguém que a gente transou. Roberta me pediu meu MSN, eu dei esse, as outras meninas também pegaram, Roberta perguntou se elas tinham chance de ganhar o concurso de rainha do colégio, falei que não conhecia as outras, mas pela beleza dos rostos delas elas tinham muita chance de ganhar, mas que eu nunca tinha prestado atenção nos detalhes dos corpos delas, Roberta perguntou se depois eu poderia dar uma opinião, falei que sim. Numa quinta-feira, Alice me disse que no sábado ia fazer um churrasco na piscina do prédio para as amigas que iam concorrer para ser a rainha do colégio e me chamou para ir, falei que seria chato, eu que tenho idade de ser pai delas, que elas não iam ficar a vontade, Alice falou que não ia atrapalhar não, que as meninas não tem essas frescuras de discriminar as pessoas pela idade, então falei que eu faria o churrasco, Alice disse que estava ótimo, que eram só doze meninas. Durante a semana, eu e as meninas conversamos bastante sobre todos os assuntos, mas o assunto preferido por elas era sexo, elas procuravam tirar duvidas, faziam perguntas, eu respondia tudo naturalmente, na sexta-feira a noite elas foram para meu apartamento para falar sobre o churrasco e depois conversamos ate mais tarde, as meninas disseram que adoravam conversar comigo, que podiam se abrir e falar tudo, que não tinham vergonha de nada. Tudo pronto no sábado, Alice chegou primeiro, as meninas começaram a chegar, Alice me apresentava a todas que chegavam, elas traziam cervejas, vodka e refrigerantes. Quando chegaram todas, Roberta chegou junto de mim e disse: - Agora que chegaram todas, observa direitinho cada detalhe das meninas e os da gente, depois diz a gente se nós somos tão gostosas e boninas quanto elas e se a gente tem chance de ganhar. Comece por mim. Falei a que ela era uma candidata fortíssima, Roberta saiu satisfeita, comecei a fazer o churrasco, disse a elas que colocaria na mesa, mas que se faltasse me pedissem. As meninas formaram grupinhos, eu entrei na piscina, em pouco tempo cinco delas entraram para conversar comigo, depois as outras foram entrando na piscina, começou um interrogatório, Carol e Roberta estavam fora da piscina, quando elas viram, entraram na piscina, Roberta se encostou de costas em mim e disse: - Vocês já acabaram o interrogatório, se já terminaram eu quero saber se ele esta aprovado? Elas fizeram um coro e disseram “já” depois disseram “aprovado”, começamos a conversar, riamos bastante, as meninas eram muito alegres, todas eram lindas e muito gostosas, se eu fosse julgar a beleza delas, daria empate. Elas novamente foram formando seus grupinhos, ficamos eu Carol, Alice e Roberta. Todas as meninas já tinham bebido um pouco, Roberta mexia seu bumbum no meu pênis, como eu já tinha liberdade com as meninas, falei para Roberta sair um pouco porque ela estava me deixando com tesão, ai Roberta falou: - Relaxa e aproveita que eu também estou com tesão. Meu pênis ficou duro, Roberta virou me abraçou de frente, começou a tirar um sarro gostoso, falei para ela que eu tinha que voltar para a churrasqueira, coloquei mais carnes no fogo, de quando em vez entrava uma menina para falar comigo. Uma hora chegou uma galega com os cabelos na cintura, disse que eram lindos, ela e os cabelos, ela falou para eu alisar, eu fiz, falei que eram sedosos, falei que se os seus pelos tivessem a mesma cor e fossem tão sedosos como os seus cabelos ela era perfeita, estávamos por trás do balcão do apoio da piscina de frente para o jardim e a piscina, ela estava do meu lado direito, ela deu as costas para o jardim puxou o biquíni e me mandou olhar, depois pegou minha mão e colocou dentro do biquíni, falei que eram maravilhosos, meus dedos procuraram seu clitóris, comecei a dedilhar, ela se molhava toda, se mexia, ela estava ofegante, senti que ela ia gozar, aumentei os movimentos dos meus dedos, ela se curvou de lado e começou a me beijar, ela juntou as coxas e se estremeceu, eu fui tirando a mão devagar, meus dedos estavam molhados, olhei para ela e lambi meus dedos, ela suspirou e disse: - As meninas não erraram você sabe tocar uma mulher, eu também quero você. Fui colocar mais carnes na mesa, ela foi comigo e ficou conversando com as meninas, quando voltei Alice veio atrás de mim, quando entramos no apoio da piscina ela abraçou-se comigo e disse: - Eu estava conversando numa boa com mamãe e perguntei se ela transava com você e ela ficou calada, acho que vocês ainda transam, eu disse também a ela que gostaria que a minha primeira vez fosse com um homem experiente e que me desse muito prazer, que gostaria que fosse você, essa conversa aconteceu antes dela te pedir para ir me buscar no colégio, acho que ela quer dar uma força para gente. Alice tinha razão nas duas coisas, a primeira é que eu realmente transava com a mãe dela e sabendo o quanto a mãe dela é liberal, a mãe dela deveria estar dando uma força para a gente sim. Eu disse para Alice que tudo aconteceria na hora certa, ela me deu um gostoso beijo. O tempo foi passando, ate que chegou a hora delas irem para suas casa, os pais vinham buscar, cada uma que se despedia de mim me dava um selinho. Estávamos sentados na frente do prédio esperando o pai da ultima amiga delas chegar, era a galega que ficou comigo, quando encosta uma caminhonete Mercedes preta com motorista e outro carro atrás com três seguranças, essa menina me deu um gostoso beijo na boca e disse que depois me ligaria, que ia ter uma surpresa para mim. Quando fui me despedir de Roberta, ela disse para eu entrar no MSN, no elevador apertamos em nossos andares, Carol me deu um beijo e saiu do elevador, eu morava no ultimo andar, eram dois apartamentos por andar um de cada lado, eu morava porta a porta com a mãe de Alice, ela queria ir para minha casa, mas eu disse que a mãe dela ia chegar logo, que não ia pegar bem, que ela poderia ficar brava conosco e ai complicaria tudo, ela falou que eu estava certo, combinamos para ir a praia no outro dia, nos beijamos e ela entrou na sua casa e eu na minha. Roberta morava no ultimo andar do prédio vizinho, como o meu, o prédio vizinho tinha quatorze andares, dois apartamentos por andar um de cada lado, os prédios eram bem próximos um do outro, o quarto dela era de frente para o quarto que eu usava como escritório, dava ate para a gente conversar se quiséssemos, não liguei o notebook, liguei o computador do escritório, Roberta já estava no MSN, começamos a falar: Roberta disse: Oi, adorei o churrasco, mas o que eu mais gostei foi de estar com você. Amigo disse: Também gostei, de onde eu estou se você abrir as cortinas e a janela da para vê você Roberta disse: Deixa eu abri as cortinas, pera Roberta disse: Estou vendo você sentado no pc vou ligar minha cam também Amigo disse: Estou te vendo pela janela e pela cam. rsrsrs Roberta disse: Liga a sua cam Amigo disse: Esse pc não tem, mas mesmo que tivesse eu não poderia ligar, porque tem muita gente que gostaria de capturar minha imagem para expor na net, aqui tenho muitas amigas, que poderiam se prejudicar se minha identidade for revelada, pode da problemas para elas, isso eu não quero. O sol deve ter deixado umas marquinhas lindas em você, quero vê Roberta disse: vou fechar a porta do meu quarto de chave e tirar o biquíni, você vai vê ao vivo e pela cam Roberta disse: Esta vendo agora? Amigo disse: Estão lindas, sua bocetinha esta linda, adoraria passar a língua nos biquinhos dos seus seios e chupar eles bem gostoso, depois descer beijando sua barriguinha ate chagar a sua bocetinha e te fazer gozar bem gostoso em minha boca. Roberta disse: Me molhei toda, estou morrendo de tesão, se você continuar falando assim eu gozo. Alice não vai para sua casa agora? Ela falou que ia transar com você hoje de qualquer jeito. Amigo disse: Não, ela foi para casa, a mãe dela podia chegar e ficar preocupada, e eu gosto de fazer as coisas bem devagar, principalmente quando é a primeira vez de uma menina, quero que ela tenha uma linda lembrança da sua primeira vez. Você vai adorar quando eu te chupar todinha, vou botar bem gostoso na sua bocetinha e no seu cuzinho. Roberta disse: vou para ai agooooraaaaaa Amigo disse: Vem que eu estou te esperando Roberta disse: Vou tomar banho, depois eu vou. Posso dormir com você? Vou dizer que vou dormir na casa de uma amiga. Amigo disse: Claro que pode, vem logo. Roberta disse: Espera que eu chego num minuto tchau bjo Roberta é morena linda, 1,68 m, cabelos bem pretos, longos, olhos esverdeados, seios médios, bem durinhos, bumbum grande, duro, coxas grossas, xaninha saliente. Após ter tomado banho eu estava enrolado numa toalha, quando a campainha toca, era Roberta, quando ela entrou, nos beijamos e ela disse que estava morrendo de tesão, fomos entranso, quando chegamos ao meu quarto, despi Roberta, a deixei só com a calcinha branca de renda, encostei Roberta de costas na parede, comecei a beija sua boca, fui descendo para o pescoço, para os seus seios, comecei a passar a língua nos bicos, depois fui chupando bem gostoso, um a um, ela já suspirava forte, desci mordendo sua barriguinha linda, retirei sua calcinha, eu dava mordidas em seu ventre, ela gemia, coloquei a língua na sua xaninha, seu liquido escorreu pela minha língua, levei Roberta para cama, quando ela sentou deixei cair minha toalha, meu pênis ficou de frente para seu rosto, ela ficou olhando, segurou e foi colocando na boca, deixei ela saborear um tempo, a deitei, fui beijando suas pernas, coxas, ate chegar a xaninha, eu sentia a sua ansiedade, minha língua explorava toda sua xaninha, abri os lábios, fiquei chupando seu clitóris ate que Roberta deu um gemido forte, ela gemia, gozava gostoso, subi beijando sua barriga, fiquei chupando seus seios bem suave, passei a beijar sua boca, meu pênis tocou a entrada da sua xaninha, fui entrando, encontrei a resistência, forcei mais e rompi, Roberta deu um suspiro, fui entrando devagar, ela estava abraçada comigo, nos beijávamos, quando entrou tudo, comecei a me movimentar devagar, Roberta começou a falar: - Eu tinha medo de que a minha primeira vez não fosse boa, mas esta sendo maravilhoso, melhor ate do que eu tinha imaginado. Eu metia gostoso, sua xaninha era bem apertada, Roberta agora mais calma, curtia a sua primeira vez, aos poucos fomos aumentando os movimentos, Roberta começou a gozar, a medida que ela gozava, eu ia aumentando o ritmo, ela gozava seguidas vezes, ate que me abraçou forte me beijou e depois ficou largada, eu deixei meu pênis dentro da sua xaninha, ele pulsava dentro, eu beijava seus lábios, ela começou a corresponder, depois disse: - Maravilhoso, estou sentindo seu pau pulsando dentro da minha bocetinha, parece que seu coração esta batendo nele, é uma delicia, as meninas precisam sentir isso também. Comecei a me movimentar devagar, ela me abraçava, beijava, coloquei a mão por baixo da sua cabeça, segurei forte seu cabelo, comecei a beijá-la e ao mesmo tempo fui aumentando a velocidade dos movimentos, ela começou a mexer os quadris, Roberta soltou minha boca e começou a dizer: - Mete gostoso, isso, me fode, as meninas precisam saber como é gostoso, mete que eu vou gozar, estou gozannnndooo. Roberta estava gozando mais forte que a primeira vez, eu sentia as contrações da sua xaninha, eu meti forte ate ela ficar molinha, fui diminuindo o ritmo ate parar, Roberta ainda estava mole, a virei de bruços, coloquei um travesseiro por baixo, peguei o lubrificante, abri seu bumbum, comecei a explorar seu cuzinho com a língua ate que ela foi se recuperando e disse: - Estou com tesão ai também, sei que vai doer, mas também sei que você vai fazer valer a pena, vem, mete que eu estou morrendo de curiosidade e tesão. Lubrifiquei bem seu cuzinho e meu pênis, me deitei por cima de Roberta, meu pênis encontrou seu cuzinho, forcei, a cabeça começou a entrer, Roberta gemeu, fechou as mãos, parei um pouco, retirei o pênis, coloquei mais lubrificante no seu cuzinho e no meu pênis, coloquei a cabeça na entrada e fui forçando novamente, dessa vez foi mais tranqüilo, meu pênis foi abrindo caminho devagar, quando estava tudo dentro, comecei a me mexer em cima do seu bumbum para sentir como ele ara gostoso, depois comecei a me movimentar devagar, começamos a nos beijar devagar, nossas línguas se alisavam, me apoiei nos cotovelos e segurei seus seios, brincava com os bicos, pedi para ela mexer em seu clitóris, fui aumentando os movimentos devagar, Roberta começou a me empurrar para cima com o bumbum e disse: - Eu sabia que você ia fazer valer a pena dar meu cu, agora mete, mete sem pena que esta muito bom, mete que eu vou gozar. Eu sentia seu cuzinho se contraindo, mordi sua nuca, comecei a gozar, ela gemia, mexia o bumbum, gozamos, gozamos muito, ate que ficamos largados, senti meu pênis amolecendo dentro, ate que sai de cima de Roberta e fui tomar uma ducha. Roberta chegou no Box, me beijou e disse: - Foi muito mais do que eu sonhei. Namoramos um pouco, depois voltamos para o quarto, Roberta estava inquieta, não cabia dentro dela mesma, perguntei o que era, ela falou que estava muito feliz, mas que não estava se agüentando, precisava contar para as amigas, disse que tinha trazido a web cam dela, pediu para ligar o computador, eu coloquei a cam, liguei o computador, era um sábado dez da noite, achei não ia ter ninguém na net, vi que Roberta entrou com um endereço de MSN diferente, fiquei na minha, ela ficou conectada, liguei a TV, começamos a vê um DVD de musica internacional romântica, ficamos namorando, ate que veio um chamado do MSN, fiquei de lado, disse a ela que dissesse o que tinha acontecido, mas falasse que eu estava dormindo, que eu ia fazer uma surpresa a ela e a quem tivesse entrado, ajustei o áudio e o microfone para que Roberta pudesse falar, por coincidência quem chamou foi Milena. Milena é aquela galega que eu a fiz gozar, Roberta se conectou. Olhei para tela, Milena estava de calcinha e sutiã, um conjunto vermelho muito bonito, elas começaram a conversar, Milena disse que estava se arrumando para ir festa de sua prima com os pais, que não podia faltar, disse que as meninas estavam mais cedo no MSN, mas já tinham saído, Milena perguntou onde Roberta estava, porque estava vendo que não era o quarto dela e ela estava enrolada numa toalha, Roberta começou a dizer o que tinha acontecido, vi que a medida que Roberta contava, Milena se excitava, colocou a mão dentro da calcinha, depois tirou a calcinha e o sutiã, ela estava se masturbando na frente da cam, meu pênis estava bem duro, fui chegando, por trás de Roberta soltei a toalha dela, olhei para Milena, dei tchau, ela disse que isso era sacanagem, que deviam ter chamado ela também, falei que não foi nada programado, disse a ela que ela estava linda nua, ela falou que eu não sabia como ela estava cheirosa, inclusive na bocetinha, Milena colocou a xaninha bem perto da cam, depois ela se afastou, soltei a toalha de Roberta, virei a cadeira de lado para cam, a beijei, depois seus seios, recostei ela na cadeira, comecei a passar a cabeça do meu pênis em seus seios, um a um, Milena assistia, depois segui com o pênis para boca de Roberta, ela começou a chupar um pouco, retirei o pênis e coloquei Roberta de pé com as mãos apoiadas na cadeira e fui por trás, segurei meu pênis na entrada da xaninha de Roberta, fui entrando, Milena gemia de tesão, comecei a meter gostoso, quando senti que as duas estavam quase gozando, retirei da xaninha e disse a Milena: - Agora é no cuzinho. Milena disse: - Não acredito no que você esta fazendo comigo, essa putinha bem que podia ter me chamado. Pedi a Roberta para abrir seu bumbum, com uma mão segurei meu pênis e com a outra segurava a cam para que Milena visse bem de perto meu pênis entrar no cuzinho de Roberta, eu fui metendo devagar, Roberta começou a se masturbar, Milena já estava há muito tempo, comecei a meter gostoso, as duas começaram a gozar, Milena chamava Roberta de cachorra, que ela não podia ter deixado ela de fora, ela falava e gozava, ate que Roberta se arriou na cadeira e Milena sentou-se, retirei meu pênis do cuzinho de Roberta, pedi para elas esperarem, entrei no banheiro, lavei o pênis, botei perfume nos pelos, voltei e disse: - Coloquei meu pênis perto da boca de Roberta. Roberta estava sentada de lado para cam, dava para Milena vê toda extensão do meu pênis, Roberta disse que estava perfumado que o perfume era Frances, Roberta começou a chupar e a se masturbar, Milena chupava o polegar e se masturbava, eu metia na boquinha de Roberta, Milena começou a falar: - Chupa putinha safada, lembra do que a gente conversa na nossa sociedade, chupa e não deixa cair nada, bebe tudo, goza putinha, que eu vou gozar. Avisei que também ia gozar, começamos a gozar os três juntos, os gemidos se confundiam, ate que paramos, Roberta virou para cam e abriu a boca, mostrou que tomou todo leitinho. Milena disse que ia tomar todas na festa, falou que estaria na praia com a gente no domingo, ela se despediu e desligamos o computador. Depois perguntei a Roberta que MSN era aquele e que sociedade era essa, Roberta disse que agora que eu ia fazer parte ia contar, mas que não podia contar para ninguém quem elas são, falei que nunca contaria quem eram elas. Ela falou que as meninas que foram para o churrasco, só algumas participariam do concurso, mas que todas participavam de uma sociedade secreta, que todas eram ligadas em sexo, que o objetivo da sociedade era encontrar um homem que também fosse ligado em sexo, mas que gostasse de dar prazer as mulheres, que esse homem seria o primeiro de todas as meninas da sociedade, falou que todas elas procuravam, disse que muitos homens foram cogitados, mas que não tinham sido aprovados, alguns não agradaram as meninas, outros por causa do temperamento, ate que Alice, disse que sua mãe as vezes saia comigo e no outro dia estava feliz, satisfeita. Disse que quando eu fui buscar Alice no colégio, que elas começaram a conversar comigo e eu falava naturalmente sobre sexo com elas, que explicava tudo que elas perguntavam, elas decidiram conversar com o resto das meninas, armaram o churrasco para vê se todas aprovavam, e como eu mesmo tinha visto, elas aprovaram, aprovaram porque eu não tinha frescura, era alegre, gostava de conversar e de participar, disse que agora depois de eu ter tirado a virgindade dela de uma forma maravilhosa e depois de ter feito essa surpresa para Milena, é que eu estava super aprovado, que todas iam querer o mesmo tratamento que eu dei a ela. Milena disse ainda que todas as meninas da sociedade, já iam fazer vestibular, se não tinham dezoito anos, mas que logo fariam, mas que essa sociedade delas não era a única, meninas de quatorze quinze anos já tinham feito a delas, que estavam só esperando um homem que tivesse coragem de transar com elas. Falei que isso seria difícil, agradeci pela aprovação e disse que eu tentaria corresponder às expectativas delas. Fomos dormir porque domingo seria muito movimentado. amigo_e_confifente@hotmail.com Continua ...