RSS contos eroticos

Conto Erotico Abusada pelo velho ginecologista,

Essa historia aconteceu a um bom tempo, tinha 17 aninhos e acabado de começar a ter relações sexuais, decidi que deveria ir ao ginecologista para fazer exames e conversar sobre remedos e essas coisas. Queria uma médica mulher pois tinha muita vergonha, mais não consegui fui em um médico já idoso, não sei oa certo mais devia ter mais ou menos uns 60 anos e era bem conhecido na cidade. Marquei a consulta, chegando ao consultorio tinha varias mulheres na sala de espera falando dos mais variados assuntos, percebi que era a mais nova e não me entrosei com ninguém pois estava muito nervosa, não sabia o que ia acontecer no exame (só por alto) uma a uma elas foram sendo atendidas, pensava em como demoravam la dentro e quase desisti até que chegou minha vez. Quando entrei na sala ele me comprimentou com um aperto de mão e sorriu. Fui me perguntando idade, a quanto tempo mantinha relação, quantos parceiros.... Respondi que tinha começado a ter relação a uns 3 meses era meu unico parceiro e estava com medo de engravidar, queria tomar anticoncepcional. Ele começou a aprofundar nas perguntas. -E vocês fazem sexo com que frequencia? respondi que não muita, tinha sido umas cinco vezes só. Usou camisinha, disse que não que ele gozava fora. Nesse papo fui ficando cada vez com mais vergonha e notei que o velho tava gostando do assunto. Ele chamou a secretaria e me mandou ir para a outra sala, ela me deu um avental transparente e mandou deixar a abertura para frente, deitei e ela chamou o doutor e saiu. Ele veio me olhando se aproximou 'me pediu licença' e abriu o avental, começou a apalpar meus seios (pequenos e durinhos) ele estava sem luvas mais como nunca tinha ido ao ginecologista antes achei que era assim mesmo. Ele quese não olhava para baixo só ia passando a mão de um lado para o outro, as vezes falava que tinho uns nodulos pequenos mais era normal para minha idade, trocava de seio e dava uma prenssadinha nos mamilos entre os dedos, no final deu uma puxadinha no biquinho. Foi apertando minha barriga e alizando chegando perto dos cabelinhos pubianos e subindo. Depois sentou no seu banquinho e eu já não o via direito pois levantou minhas pernas pondo no aparelho e com isso o lençou que estava sobre minhas pernas fez como uma barreira. Ele deu umas apalpadas na virilha, pois o 'bico-de-pato, que doeu um pouco, colheu o material e foi meio incomodo, depois de tirar o equipamento disse que só faltava o exame de toque e que se senti-se dor era para falar, pensei ok. Ele me deu umas pinceladas com o dedo na entrada da vagina, que por ser bem carnuda achei que era normal, senti umas passadinhas no meu clitores e umas beliscadinhas nos "labios" logo colocou dois dedos e começou a abrir e fechar a beiradinha da xeca e foi devagarzinho introduzindo e perguntando se tava tudo bem, eu só dizia sim, colocou tudinho deu umas balançadinhas e mexidinhas, eu só sentia não via nada, ele pois a outra mão sobre a minha vagina apertando um pouquinho enquanto mexia os dedos la dentro. Quando tirou os dedos esperou um pouco e apareceu do lado do lençou dizendo que tinha acabado e nesse momento vi que ele só tinha luva em uma das mão e não era a que tinha colocado na minha buceta! Me vesti e ele me esperava na outra sala, mandou pegar o resultado no dia marcado e ao sair ele me deu um beijo no rosto, bem no canto da boca. Hoje sei que aquele velho ginecologista se aproveitou da minha inexperiencia e abusou de mim, com certeza naquele dia o velho tarado gozou pensando na bucetinha novinha e fresquinha que ele tinha comido com os dedos.Nunca mais voltei nele e depois de ir a outros médicos tive certeza que nada que ele fez foi correto.




Gostou? Então Compartilhe!