RSS contos eroticos

Conto Erotico Casada evangélica e safada VI

Boa noite amigos e desculpe tamanha demora, a questão é que tive problemas serissimos em meu casamento e tive de parar de me encontrar com a cleide por uns tempos, até a tempestade acalmar e só agora depois de 4 longos meses é que estou retornando para falar de mais uma aventura com essa mulher safada, dentre muitas que tive com ela, irei relatar aqui mais uma. bom a cleide ficou sabendo de meu problema e se tornou uma especie de amiga intima, sendo ela e seu marido que sempre me davam apoio e vinham conversar comigo sempre,bom nao só comigo,mas tambem com minha mulher,minha cabeça nao estava legal, meu casamento ruim,mas ela disse um dia a mim que precisa me sentir dentro dela, e eu nao podia deixa-la e etc. bom marcamos de nos encontrar no fim do expediente na porta do meu trabalho,ela chegou lá,ainda tinha gente na loja,como ela é uma amiga, o pessoal saiu numa boa e ficamos so eu e ela,tranquei a porta e a levei para o escitório e quando fechei a porta ela me deu um beijo longo e demorado e depois disse: voce quer me matar é, nossa nao imagina como é ruim ficar 20 dias sem ter esse pau me comendo, eu disse e porque nao meteu com seu marido sua puta, ela disse, ele nao me sacia mais, nossa aquilo me deixou mais louco ainda,voltei a beija-la e deitei ela sobre a mesa, tirei sua roupa, e caí de boca naquela buceta que pingava sem parar, hummm, que delicia, suguei seu nectar saboroso, depois a levantei, dei-lhe mais uns beijos e peguei a camisinha e fui colocar no pau e ela disse, hoje eu quero sem camisinha, eu disse: tem certeza e ela sim, eu sei que voce nao está tendo relação com sua esposa e eu estou a dias que nao transo com meu marido, nossa, achei o maximo, deitei-a novamente e fui beijando cada parte daquele corpo lindo dela, metí meu pau e comecei devagar e ela começou a gemer e logo logo, ela já dizia me chama de puta, chama, me fez mulher, vai, vaiiiii,. safado mete sem dó, eu aumentei as estocadas, enquanto chingava ela de puta safada e cadela, ela dizia, isso me chama de puta, e me arranhava as costas, eu tive de pedir pra ela se acalmar senao, complicaria minha vida mais ainda, a safada dizia me come seu porra, vai come, eu a coloquei de 4 e metí gostoso,puxava seus cabelos como se estivesse cavalgando em uma egua, batia em sua bunda, xingava ela de todo nome e ela pedindo mais e mais, até que nao aguentava mais e disse a ela, eu vou gozar e ela disse, goza porque já gozei umas duas vezes aqui e eu disse, mas nao posso gozar dentro de você ela disse, pode sim e nesse meio tempo eu enchi sua buceta de porra, numa estocada forte e firme, depois tirei o pau de dentro e vi escorrer pelas suas pernas, filetes de espermas, nos beijamos, dai disse a ela que saisse e fosse embora,enquanto eu iria esperar uns 20 minutos e sairia tambem, e assim foi bom este foi só um dos relatos recente que tive com a cleide, depois deixo os outros aqui. valeu pessoal
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.