RSS contos eroticos

Conto Erotico Comi 2 menininhas num parque aquatico

Eu tenho quinze anos e contarei a história daquilo que aconteceu comigo a mais ou menos um ano. fomos a um parque aquático eu e mais 10 colegas, 7 rapazes e 4 gurias. chegamos no parque lah pelas 8 da manha. logo que chegamos tentei ver se dava alguma coisa com as gurias que tinham vind junto com nós. que nada, todas ficaram com ums cara que também tavam lah. depois de ter levado mais um fora resolvi desistir de catar uma guria e aproveitar os toboáguas. antes de chegar a escada do tobogãs eu passei no final de um deles, pra ver a velocidade em que as pessoas desciam. então vi uma guria descendo a toda, no processo a parte debaixo de seu bikini se ficou na sua bundinha e na sua bucetinha, e por um segundo pude aprecia-la. logo que chegou ao fina ficou com a bunda pra cima, linda, lisinha. logo que ela se levantou da água tomei um susto. era apenas uma menina! parcia ter 9, 10 anos, não mais. logo que ela saiu continuei observando, era muito linda, corpo perfeito, barriguinha lisinha. logo a culpa tomou conta do meu ser. me veio na cabeça a imagem daqueles pedófilos filhos da puta, que violavam meninas indefesas. a menina saia da água sorrindo e rindo do que tinha acontecido, sentando do lado de uma outra menina, ainda mais jovem, 8, talvez 7 anos, eu continuava a me torturar mentalmente, mas não conseguia tirar os olhos daquele corpo perfeito, mesmo não tendo peitos era linda, rosto, bunda, barriga, quadril. para me livrar desse tormento continuei andando em direção a um tobogã, percebi que elas tinham visto eu as fitar, fiquei com mais vergonha ainda, mas não conseguia tirar os olhos delas, quando meu olhar desceu até a parte mais baixa de sua barriga, estava usando um bikini frouxo, que insistia em cair, era visível que estava no limite antes de exibir seu mais precioso bem. quando ela foi arruma-lo, acabou exibindo me mais ainda, não agüentei de pressão sobre mim, virei a cara desesperado e comecei a subir as escadas me achando um monstro. chegando lah em cima havia uma fila enorme. nesse tobogã o mais usual era descer em várias pessoas, até o máximo de 7. porém eu estava sozinho, e achava que era loucura descer sozinho aquele troço. mas aquilo serviria para punir a pessoa que eu era. porém outra coisa pior aconteceu: a duas subiram e ficaram logo atrás de mim na fila, sorridentes e com aquelas carinhas de safadinhas. achei que estava imaginando aquilo. então não tive medo de olhar pra elas, meu olhar cruzou com o de cada uma delas por milésimos de segundo, logo desceu para seu bikini, que eu observava antes, que continuava bem baixo. o lugar onde eu estava garantia uma visão perfeita. então ela percebeu que ele estava deixando uma porção enorme de sua barriguinha a mostra, e foi puxalo pra cima. ao fazer isso porém mostrou a mim a coisa mais linda que eu vi em toda minha vida. sua bucetinha, apesar de ter soh ums 8 anos jah tinhas pelos, aquilo me atingiu como um trovão, fiquei desnorteado, enquanto eu sentava no escorregador, a menina então olhou para sua amiga rindo, sua amiga então olhou pra mim e deu um sorriso, logo repetiu o mesmo ato da outra. não acreditei, não era possível que aquilo estivesse acontecendo comigo. apenas eu estava maliciando aquilo, conheço muitas meninas da idade delas, eu mesmo já tive aquela idade, e não existe a malicia, que nasce na adolescência, naquela idade somos dominados pela inocência. daquele momento em diante desliguei minha mente e comecei a seguir meus instintos de pegador adolescente. disse as duas que meus colegas tinham acabado de descer em 7 pessoas, e que não tinha sobrado lugar pra mim, e como era muito ruim descer sozinho, perguntei se podia descer com as duas, elas então para minha alegria disseram que sim. a de 8 anos foi na frente,eu no meio e a de 10 atrás de mim. aproveitei a ocasião para encoxar aquela guria. na descida passei as mãos em seus peitos e acabei ficando de pau duro, para meu desespero. estava imaginando o noticiário do dia seguinte: adolescente linxado após abusar sexualmente de menina de 8 anos de idade. novamente consegui limpar a minha mente desses pensamentos. quando chegamos ao final, disse tchau pra elas e tentei seguir em frente, porém meus instintos não deixavam, segui elas até um outro tobogã, chegando lah, elas me viram e logo me convidaram pra ir junto novamente, dessa vez encoxei a de 10 anos. quando desci do outro lado perguntei o nome delas: aline, com 8 e luana, 10, como eu imaginava. começamos a andar os três junto pelo parque, depois de mais ou menos meia hora, a mais nova perguntou pra mim se eu queria ser seu namorado. disse que não, mas ela insistiu tanto que acabei aceitando. então ela disse pra eu dar um beijo de compromisso nela. tão novinha e tão safadinha. fomos prum quarto de serviço abondonado que tem lah. então ela me deu um selinho. pedi se ela não sabia dar beijo de língua, ela disse que não, perguntei então se ela queria aprender. ela disse que sim, lasquei um beijo delicioso, molhadinho. apesar de ser bv, a guria beijava muito bem. depois que terminamos continuamos a passear. aí depois de um tempo a outra gura também pediu pra mim ensinar ela a beijar. tirar 2 bvs num dia soh eh foda. ela beijava ainda melhor do que a outra, e mais molhado ainda. enqunato a beijava comecei a esfregar meu pau nela, e ela começou a se esfregar em mim também. delicia. depois disso comeceçei a passar a mão na sua bundinha pra ver até onde e poderia ir. ela não falou nada. me deixava a guiar. não agüentei mais e baixei a parte de baixo do seu bikini e cai de boca nakela bucetinha, ela disse que aquilo era muito esquisito, mais para eu não parar. continuei a chupar aquela bucetinha linda com pelinhos ralinhos. abaixei meu short e mostrei meu pau pra ela. ela disse que era a primeira vez que via um ao vivo. disse pra ela chupar. primeiro ela fez cara de nojo, mas mesmo assim caiu de boca. ela chupava como se ele fosse um pirulito, lambendo e sugando. então deitei ela, e coloque meu pau na entradinha da sua buceta e perguntei a ela se ela queria mesmo fazer isso. ela respondeu afirmativamente, tapei sua boca com um beijo e meti com tudo, deu pra ver que doeu, mais continuei a comer aquela buceta apertadinha, logo ela estava esfregando a buceta no meu pau fazendo cara de prazer. quando eu estava quase gozando escutei uma voz, virei desesperado para trás e adivinha o que eu vi? a outra guria. ela disse que também queria aprender a fazer isso. disse a ela que não podia por que era muito nova, aí ela começou a fazer um escândalo, implorando, quase chorando. daí falei que iria transar com ela também, comecei beijando há, logo tirei a sua roupa de banho e comeci a chupar sua bucetinha, disse então pra luana dar um beijo de língua nela. ela então perguntou se podia entre duas gurias e eu disse que sim, que não tinha nada a ver. logo as duas mergulhar num beijo profundo, de descoberta e de entrega, enquanto eu a deixava locua enquando explorava cada centímetro daquela bucetinha, qunado eprcebi que ela estava quase gozando, a abracei e comecei a biejala junto com sua amiga, enato penetrava aquela bucetinha. ela pareceu não ter sentido absolutamente nada. comecei a bombar gostoso nela, mas a sua amiga ficou sobrando, então perguntei a ela se ela não queria experimentar a bucetinha da amiga. ela disse que as duas não deveriam fazer isso, mas eu falei que quando uma é bem amiga da outra pode. logo ensinei as duas a fazer um 69, cara, que coisa mais linda as duas se lambendo, toco punheta até hoje pensando nisso. nessa posição, a luana deixava sua bundinha bem a vista. cai de boca nakele cuzinho e comecei a lubrifica-lo. forcei um dedo dentro do cuzinho dela e ela soltou um gemidinho de dor, mas logo voltou a chupar a amiga. as duas tinham se entregado totalmente a mim. elas faziam qualquer coisa que eu pedisse a elas. logo comecei a comer aquele cuzinho novinho e apertadinho. depois as duas trocaram e eu comi o cuzinho da outra. foi foda pois ela era muito novinha, mas depois de lubrificar bem foi so prazer. depois deixei as duas chuparem meu pau ao mesmo tempo. aí gozei nas duas ao mesmo tempo. depois colocamos as roupas e quando íamos sair a aline falou assim: “vem maninha, vamo logo!” quase tive um ataque. eu tinha feito duas irmãs se comerem! apesar de tudo, no final deu tudo bem. peguei o msn das duas e eu comi elas muitas outras vezes, cheguei a namorar sério com a aline por 2 meses, e elas disseram pra mim que continuam transando uma com a outra até hoje, apesar de terem descoberto que irmãs não devem transar. moral da história: pedofilia nem sempre é ruim! galera favor compensem as fugas da policia e as noites em branco depois de aprontar essa, votem no meu conto!!!