RSS contos eroticos

Conto Erotico Comida por um negro

ola chamo-me lurdes e vou contar como fui comida por um negro

tenho 56 anos e estava com a minha filha e o marido num concerto dos bom jovi e começo a sentir um homem e rossar-se a mim

olho para traz e vejo um homem negro e tento mudar de lugar mas ele agarra-me e sem a minha filha ver ele diz-me nao vais a lado nenhum eu fiquei com medo e nao sai do meu lugar

eu ja estava louca com o volume do pau dele a rossar no meu cu

comesso a falar com a minha filha e ela diz-me que tem de ir a casa de banho e sai com o marido e eu fico sozinha com o negro a ver e diz-me agora que estamos sozinhos podes agarrar o meu pau e logo pega na minha nao e comessa a a acariciar o seu pau e diz e grande nao e

eu digo ja estou cheia de tesao da-me o teu numero de telefone que eu depois do concerto ligo-te

ficamos a ver o resto do concerto e eu saio com a minha filha e com o marido do concerto e ele sempre a traz de mim fui para casa e quando a minha filha me deixou em casa e pego no telefone e ligo-lhe ele atende todo carinho-so doulhe a minha morada de casa e ele diz que daqui a 30 minutes ja la estava

eu tomar um banho rapido e visto uma roupa justinha e de repente toca a campainha vou abrir a porta era ele

ele entra agarra-me ao cola dame um beijo na boca e fomos para o sofa

ele diz-me fique louco com o seu rabo

eu digo fiquei louca com o volume do seu pau e comesso a tiralo para fora das calças e fico de boca aberta ao ver o tamanho do seu pau

ele diz e grande nao e vais ter de o comer todo

eu comesso a bater uma punheta e a beija-lo

ele comessa a despir-me e derepem-te ja estava-mos os dois todos nus baixo-me e comesso a chupar o pau grande e negro que me fazia engasgar ele deita-me no sofa e comessa a lember a minha cona ate eu ter o meu primeiro orgasmo que ate vi estrela nunca tive um orgasmo assim e le para de lamber e comessa a meter o pau na minha cona eu digo vai devagar que e muito grande e grosso ele meteo de vagar e eu comesso a sentir a minha cona a abrir parece que se estava a rasgar todo ele começa a bombar cada ver mais forte eu grito de dor e prazer va fode essa cona toda seu crabrao va fode ele agarra-me ao cole e diz va agora e a tua ver de cavalgar eu nao aguentava mais vou-me vir outra vez

ele diz va esporra-te no meu caralho sua cabra va vem-te



va todo o leite no teu pauzâo

agora poente de quatro eu obedeço e ele logo começa a bombar e começa a acariciar o meu cu e eu digo ai nao ele diz hoje nao mas para a prossiima vez vais ter que dar este cu e continua a bambar com força e diz esto-me a vir

vem-te na ninha cara sue cabrão quero esse leite todo ele tira e começa a punhetalo a minha frente e diz va toma este leitinho todo eu fiquei com a cara as mamas cheias de esporra chupei o pau mais um pouco e digo que bela foda temos de repetir pois adorei este pau

ele diz nao tens uma amiga para juntar-mos a festa

mas eu nunca fodi com uma mulher entao vais gostar

fomos tomar um banho ele saiu e eu dormi como uma pedra quando acordei tinha o telefome a tocar era ele a darme os bons dias e fiquei logo cheia de tesao e comessei a bater uma punheta e digo hoje quero esse pau de novo
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.