RSS contos eroticos

Conto Erotico Familias de porra/2°conto:A historia dos Pereira e Tenorio

Bom, antes de começar a contar a história de Marcinha e eu, primeiro eu tenho que contar como ocorreu a nossa briga. Só que pra contar a história da nossa briga, primeiro eu preciso contar a história dos Tenório e dos Pereira: (Quem não leu, leiam a 1°parte desta série para ter uma idéia melhor, basta clicar na minha home ou colocar em procurar). Na verdade, a nossa familia se conhece desde a adolescência também, cresceram juntos praticamente, e sempre foram ótimos amigos o Jusué (familia dos Pereira) e o Abnael (minha familia) um cuidava do outro, e assim eles cresceram juntos. Meu pai conheceu minha mãe com 23 anos, a Silmara, que era 4 anos mais velha. Na época meu pai trabalhava num consultório médico, atendendo os funcionários (meu pai não tinha concluido os estudos, ele faz bicos até hoje) ela chegou e falou: Silmara - Bom dia !!
Abnael - bom dia !!
Silmara - vim falar com o DR.Nicanor, sou a dona Silmara
Abnael - Prazer é todo meu !! pode entrar, que o doutor está lhe esperando
Silmara - Muito obrigada, gatinho ;)
Abnael - Denada amore, té mais Minha mãe entrou na sala do DR.Nicanor: DR.Nicanor - Olá senhorita Bom dia, queira se sentar.
Silmara - Bom dia doutor, muito obrigado!!
DR.Nicanor - Aceita um cigarro?
Silmara - não obg estou bem assim. E os resultados dos exames? eu estou mesmo com tumor cerebral?
DR.Nicanor - Calma lá, tenho 2 noticias: uma boa e outra má...Qual deseja ouvir primeiro?
Silmara - Aff, a essa altura do campeonato, acho que prefiro ouvir a má primeiro.
DR.Nicanor - Sim, a senhorita realmente está com um tumor cerebral, e corre grave risco de morrer :(
Silmara - *chorando* aii e agora, vai ser esse meu destino??? morrer com UMA MALDITA FERIDA CEREBRAL?????
DR.Nicanor - Acalme-se eu falei que PODE morrer, mas se a senhora souber se cuidar, vai sair dessa
Silmara - tudo bem, e qual é a boa noticia?
DR.Nicanor - o tumor é bem pequeno, ou seja vc tem 12 anos garantidos de vida, mas mesmo assim, recomendo que começe a se cuidar desde já!!!!!
Silmara - Tem toda razão!! o que eu preciso fazer?
DR.Nicanor - espere, vou escrever as receitas aqui no papél.
Silmara - ok
DR.Nicanor: aqui está, leia com bastante atenção, e se puder até memorize:

- Tome bastante liquidos e se alimente bem;
- Evite estresses desnecessários, e repouse bastante;
- depois de 10 anos, evite emoções muito fortes, pois elas podem lhe prejudicar muito;
- se exercite, mantenha-se sempre em forma, afinal o seu corpo também precisa ficar saudável e resistente;
- Tome sempre bastante cálcio, ferro e outras vitaminas. DR.Nicanor - Leu com bastante atenção?
Silmara - Aham, li tudinho e até decorei
DR.Nicanor - ótimo! agora vou-lhe passar um remédio que vai auxiliar vc aos poucos
Silmara - que bom...que remédio é esse?
DR.Nicanor - Abracu, tome beem, pois este também será necessário no futuro
Silmara - concerteza...vou tornar o Abracu minha rotina diária
DR.Nicanor - Bem, isto é tudo senhorita, tenha um bom dia, e uma boa vida!!!!
Silmara - obrigada doutor =D
DR.Nicanor - qualquer coisa, dor ou algo do tipo, não hesite em vir aqui marcar uma consulta, lembre-se que seus dias estão praticamente contados.
Silmara - "sigh" pode deixar doutor, tenha um bom dia para o senhor também!!
DR.NIcanor - se cuide, e até logo dona. Minha mãe saiu pensativa do consultório do DR.Nicanor: Silmara - * EU NÃO VOU MORRER SEM LUTAR, E PRINCIPALMENTE NUNCA, SEM DEIXAR HERDEIROS, FILHOS. PROMETO QUE VOU ACHAR O BOFE ADEQUADO, CASAR E TER 2 FILHOS, MENINO E MENINA SE DEUS QUISER * Nessa mesma época, a dona Thalissa, que na época tinha 8 anos, já era dadeira desde a infância, e numa das suas a mãe dela, dona Etelvina havia descoberto que ela tinha dado a um garoto de 14 anos, expulsou ela de casa, e mandou a tia dela ir buscar ela, e sair pra fora do país. Eles sairam de Portugal, e vieram para o Brasil, sua tia Cláudia morava no estado do Pará, ela foi em Portugal para visitar a familia, e já levou consigo sua sobrinha assanhada. Desde esse dia, Thalissa jurou vingança de sua mãe por ter feito isso com ela O.o, e começou a odia-la a longas distâncias, nunca ligava pra lá, nem mesmo visitava, nem ela queria ver a mãe e nem a mãe queria ver a filha, estava indignada com isso, pois Thalissa era de boa família, e com o passar do tempo foi virando mais dadeira, aos poucos e foi fudendo mais ainda a medida que foi crescendo. No mesmo dia que meu pai conheceu a minha mãe, ele a cumprimentou pela rua quando ela saia do hospital: Abnael - Olá madame
Silmara - rsrs eu?! madame...estou bem longe de me tornar alguma.
Abnael - mas eu dou minha palavra que aos meus olhos vc se parece com uma...
Silmara - hihi, que fofo...
Abnael - vc ta com uma expressão triste...aconteceu alguma coisa?
Silmara - eu, não que nada, é que sempre fico meio tensa quando to saindo do hospital, mas eu já estou indo pra casa.
Abnael - Huum...tens celular, ou telefone na sua casa?
Silmara - hã, eu moro numa cobertura, sim tenho os dois, quer que eu lhe passe?
Abnael - seria uma honra xD
Silmara - celular é: 8298-7084 Telefone é: 3295-1102
Abnael - eu só tenho celular mesmo, o número é: 8280-9744
Silmara - ok gatão, agente então conversa por lá, mas eu realmente tenho pressa para voltar.
Abnael - Quer uma carona na minha lambreta?
Silmara - ufa, se não for muito incômodo, quero sim, não sei se tenho dinheiro suficiente pra passagem, é que eu pego 3 ônibus sabe.
Abnael - De boa...vem, vamos lá que também estou com pressa. Elas estavam se gostando, bom meu pai estava gostando, alias ele sempre só gostou da minha mãe, mas minha mãe, foi amando ele mais e mais, e na minha opinião, esse foi o pior erro da vida dela. Ela pensava consigo mesma seus pensamentos. Silmara - *Ain, eu não posso contar pra esse cara que eu tenho tumor cerebral, senão ele me dispensaria na hora, e eu estou gostando muito dele...s2 * Meu pai também pensava: Abnael - * kkkk essa putona já está no papo, eu vou conquistar ela até o máximo, e ai quando ela menos esperar, eu me divirto, e se essa vadia engravidar foda-se que se vire na vida que não tô nem ai, só quero me divertir mesmo *
Bom, pessoal meu tempo acabou por hoje, com muito prazer eu termino de lhes contar a 3°parte desta série, muito em breve. Acompanhem e leiam sempre os contos desta série, afinal vc está lendo para se divertir e também para ficar com tesão lógico, e bater uma punhetinha básica depois. OBG :D (Para ler todos os contos desta série, vá na minha home, ou digite em procurar).



Gostou? Então Compartilhe!