RSS contos eroticos

Conto Erotico Na sala de aula

Eu sou professor de educaçã ambiental, tenho 40 anos, sou moreno, forte, ombros largos, pernas grossas e adoro garotas novas. aconteceu num novo dia de aula, quando cheguei na minha sala e deparei com uma aluna nova, seu nome era michelle e ela estava usando uma blusa fina e uma saia curta (quatro dedos acima do joelho) o que deixava transparecer seus peitinhos redondos e seus biquinhos arrebitados e suas coxas maravilhosas, bem torneadas e bronzeadas. ela é morena, tem 16 aninhos, muito bonita e gostosa. comecei a aula e ela notou que eu não tirava os olhos de suas coxas e provocantemente cruzava e descruzava suas pernas deixando ver sua calcinha azul fazendo um belo contraste com sua pele morena e bronzeada. a aula transcorreu rápida e bateu o sinal de saída. eu fiquei na mesa colocando em ordem os papéis e ela esperou a saída do último aluno, foi até a porta e a fechou e voltou-se na minha direção, chegando com suas pernas bem próximo dos meus ombros e com uma voz sussurrante pergunou:"professor, o sr. poderia me dar umas aulas extras agora?" eu rapidamente puxei uma das cadeiras para o meu lado e convidei-a para sentar e perguntei sobre suas dúvidas. na medida em que eu ia explicando sobre a matéria em dado momento minha mão sem querer encostou em sua coxa macia, bem torneada, gostosa. ela então segurou minha mão e começou a faze-la passear em toda a sua perna até sua virilha bem próxima de sua bocetinha por cima da sua calcinha dizendo: "aaiii fessor que mãos quentes e gostosas vc tem". eu me levantei já com o pau duro de tesão, puxei-a carinhosamente para cima da mesa, desabotoando sua blusa e comecei a chupar seus deliciosos peitinhos enquanto ela gemia de prazer, as minhas mãos passeavam sobre o seu corpo e levantando sua saia fui arriando sua calcinha e dizendo: "michelle gostosa, vou te ensinar tudo o q vc quiser aprender, primeiro vou te fazer ser minha aluna putinha safada, gostosa, vadia, quero te chupar toda". ela gemia: "aaaaiiii fessor me chupa todinha, minha xaninha quer sentir sua lingua quente vaiii". desci com minha boca e minha lingua sobre sua barriga, umbigo, passando sobre seu púbis, e vi sua bocetinha raspadinha, pequenina, mas já toda molhadinha, enfiei minha língua com bastante frenesi, chupando, mordiscando e ela gemia cada vez mais. eu alisava suas coxas seus peitos e chupava. quando ela já não aguentava mais e sentiu que ia chgar ao orgasmo pediu: "veeemmmm fesssorrrr, quero sentir sua pica dentro da minha bocetinha, quero que vc me rasgue com seu pau gostoso". tirei todoa a sua roupa e a minha e subi em cima mesa com ela por baixo direcionei meu pau em sua bocetinha e bem devagar fui enfiando e tirando, enfiava e tirava. ela já estava gozando e eu sentia seu orgasmo quente em minha pica, mas aguentava para não gozar ainda. aproveitei para dar umas estocadas e ela começou a gemer ainda mais, soluçava de prazer, e pediu pra que eu botasse também no seu cuzinho ela queria mais e mais. ela virou sua bundinha gostosa abriu um pouco seu cuzinho e disse: "vai fessor comee esse cuzinho virgem, seu pau é muito gostoso, enfia ele vai". eu adesci da mesa e ela ficou na posição de quatro abriu um pouco as pernas e eu fui enfiando no seu cuzinho apertadinho. ela sentiu uma dorzinha no início e cheou a pedir pra parar mais cheia de tesão ainda implorou pra que eu metesse tudo de uma vez. enfiei numa estocada e ela gritou, tapei sua boca e comecei a fude-la com bastante força como um cavalo fudendo sua égua e ela gemia. com a minha mão enfiei o dedo em sua boceta e a outra alisava seus peitinhos. ela gemia e gemia de prazer. eu já não aguentava mais e comecei a gozar no seu cuzinho enquanto ela gozava toda a minha mão e rebolava sua bunda no meu pau com toda vontade. nunca gozei tanto numa bunda como eu gozei naquele dia, esporrei ela toda e ainda a virei enconstando na mesa abri suas pernas e enfiei em sua boceta quente e molhada e dando mais estocadas acabei de gozar nela. eu estava cansado de tanto gozar e ela também. nos vestimos, nos posicionamos como professor e aluna e nos despedimos amigavelmente.marcando um encontro no outro dia num motel... mas esta é outra história. se vc gostou deste conto e tem vontade de me conhecer, escreva para jairobma@hotmail.com.