RSS contos eroticos

Conto Erotico Pedendo a virgindade com o vizinho novato

olá meu nome é Vanessa , tenho 18 anos , sou morena , cabelos pretos , seios normais e bumbum redondinho , eu malho desde os 16 anos , 1,69 m sempre chamei atenção de homens , eles sempre mexem comigo na rua na epóca tinha 17 anos moro em um condomínio , apesar de virgem eu não era totalmente inocente, quando um casal recém casados se mudou para o condomínio , um dia estava indo a padaria , quando vi pela primeira vez os novos vizinhos no elevador era um casal jovem e bonito , principalmente Mauro , ele é alto (1,85m) , branco , corpo bacana , não era tão musculoso mas pira qualquer mulher com aquela corpo , na época tinha 23 anos e tinha um sorrisso de safado , no dia ele usava camisa polo e uma calça jeans , que dava um volume enorme , fui educada compimentei e dei boas vindas , resolvi dar mais uma espiadinha no volume , quando ele percebeu e deu um sorrisso disfarçado de sua mulher sai do elevador morrendo de vergonha e ficou nisso , gostei tanto de Mauro que masturbei várias vezes pensando nele passaram se uns dias , eu estava sozinha em casa de manhã , não fui a aula , pois tinha uma escursão a um parque e não estva afim de ir , meus pais estama trabalhando , acordei e então coloquei música alta (nem tanto) , quando a campainha toca , fiquei surpressa quando abri a porta era Mauro (eu ainda estava de pijama , que era curtinho tanto na parte de cima quanto na de baixo) ele também estava de pijama mas um pijama mais dicreto e com folgas (então não dava pra ver de novo o volume) com magas longas e calças também , educadamente pediu para que eu abaixasse o som estava muito alto , e Mauro disse que estava de folga e queria descançar , então desliguei o som , Mauro agradeceu , mas antes de ir embora percebi ele me olhando com uma cara de safado (também estava com um pijama curtissímo) , me senti meio assustada mas estava gostando também , pedi para que entrasse (nem sei como consegui) ele claro que aceitou , então fechei a porta e sentamos no sofá , ofeci café , le respondeu : - não , obrigado , que tal fazermos algo mais interessante ? , gelei mas estava muito feliz , pois sempre sonhei com aquele homen, já estava antenada no clima , disse que sim , mas o que poderia ser ? , ele pegou minha mão e colocou no pau dele que já estava durissímo , só disse que era virgem , Mauro falou para ficar relaxada que ele ia com calma , e abracei ele e começamos a nos beijar , e nisso ele acariciando meus seios , de repente ele para e tira minha camisa e meu sutiã , e começou a beijar e a lambelos , sentia um tesão e um fogo nos países baixos , depois ele tirou o short e a clacinha me deixando nua nisso ele também tirou o pijama deixando só sua cueca , e deu para ver o volume enorme , isso me deixava louca de tesão , ele me deitou no sofé , deixando minhas pernas para fora e abertas , e começou a lamber e beijar minha xota , me sentia nos ceús , ficou xupando minha xota por uns 5 minutos , depois ele pediu que ficasse sentada , ele se levantou e pediu que tirasse a cueca , tirei e fiquei maravilhada , era grossa uns 20cm , cabeçuda e toda reta , uma pica linda igual aquele homen , e comecei a chpar devagar no ínicio , mas depois fui mais profundo , e ele gemendo com a cara de safado e me retribuia dando o sorrisso de safado que ele tem , quando paramos , ele perguntou se podiamos ir a um a cama , eu disse claro e fomos , lá ele me deitou de lado , e ele atrás , abriu minha pernas , e pediu para relaxar , e ele passando a pica dele na minha xota (por Fora , como se tivesse acariciando) , estava nisso quando de repente ele enfiou com tudo lá , sneti uma dor insuportável e dei um grito ainda mais que vi que saiu sangue , quase pedi para ele parar , mas com a medida que ele foi metendo a dor ia embora dando lugar ao prazer , ele e eu gemiamos de prazer ficamos uns 4 minutos assim , quando ele virou e disse : quero ver você rebolando no meu pau , ele se deitou na cama e eu sentei na pica , de frente olhando para ele e me ensinou como rebolar , começei devagar , mas fui aumentando a velocida e ele gemia e falava : nossa ! você rebola muito bem que delícia , e eu sentindo o maior prazer que já senti , quando ele me tira de cima dele se levanta e me agacha e goza no meu rosto , foi tão rapido que não tive nem tempo de impedir , ele gozou no meu rosto , no cabelo , no meus seios , caiu até no chão , senti o gosto ruim daquela coisa , mas gostei que ele fez isso perguntei por que ele fez isso , ele respondeu que não queria gozar na minha xota pois podia engravidar e seria uma trágedia , sorri meio sem graça e concordei, e voltei a chupar a pica para limpar a Pica , que ele pediu , tomamos um banho juntos ele me beijava o tempo todo , até que o pau dele endureceu de novo ele pediu para que batesse uma punheta para ele e bati e chupava ao mesmotempo , até que ele gozou em mim de novo , nos limpamos , vestimos ficamos nos beijando mais 5 minutos e Mauro disse que tinha que ir embora pois sua mulher estaria em casa no almoço e nisso já eram 11 da manhã , dei nele um longo e gostoso beijo , ele falou que queria repetir a doze eu disse que claro , nos despedimos e ele se foi , ainda somos vizinhos e ainda trepamos até hoje , com sigilo absoluto e ninguém nunca desconfiou



Gostou? Então Compartilhe!