RSS contos eroticos

Conto Erotico Perdendo a virgindade com o vizinho novato

oi , meu nome é Vanessa quero contar a história de como perdi a virgindade , corpo lindo , cabelos grandes , lisos e castanhos peitos , olhos castanhos e bumbum normais 1,71m de altura , mas que sempre chamavam a atenção de homens , pois sempre mexem comigo na rua , hoje tenho 18 anos na época tinha 15 anos , quando um casal recém casado mudou para o condomínio , no mesmo andar , no dia estava de bobeira em casa sem nada para fazer , então fui dar uma volta , quando vi Mauro e sua mulher no elevador (o casal recém chegado) pela primeir vez , um casal jovem e bonito , principalmente Mauro um homem alto (uns 1,85) 23 anos , com um sorriso de safado , branco , corpo malhado , (nem tanto , mas que pira qualquer mulher) , no dia Mauro estava de camisa polo e uma calça jeans que dava pra ver um volume enorme , pirei fiquei com fogo nos países baixos , mas não pude fazer nada ,compromentei e dei boas-vindas , e fui dar uma espiadinha (de novo) no volume , quando ele percebeu , e deu um sorriso de safado (sem a mulher dele ver , é claro) , fiquei morrendo de medo e de vergonha , saímos do elevador e ficou nisso. Passou os dias , era uma manhã não fui a escola pois teria uma escurssão a um parque e não quis ir , meu pai e minha mãe estavam trabalhando , então fiquei escutando música no volume alto , quando alguém bateu a campainha , fui atender e fiquei surpressa com Mauro (ele também) , quando ele pediu para abaixar um pouco que ele estava dormindo e de folga de uma forma educada , eu estava de pijama rosa e branco bem curtinho que dava para ver as minhas belezase ele também mas um pijama mais discreto , com mangas logas e até o pé , pedi desculpas , quando fui fechar a porta percebi ele olhando meu corpo com o sorriso de safado , fiquei tensa , pois nunca havia acontecedo isso comigo mas com um vontade de provar , de repente pedi para ele entrar (nem sei como consegui) , ele entrou e abaixei o som e ofereci café e sentamos no sofá , um do lado do outro , ele disse : - não , vamos fazer algo mais interessante , fiquei paralizada mas muito feliz pois sentia um tesão louco por ele desde que havia chegado , e continuou falando : - vi no 1° dia que você ficou me olhando no elevador , então quer provar? , quando nem sei como meti a mão entre as pernas (malhadas dele) e senti a pica grande e dura do Mauro , e disse que sim , mas que era virgem , Mauro Disse : - sem problemas , se você quiser vamos com calma . e começamos a nos abraçar e beijar ele tirou a minha camisa e sutiã , e foi beijando e acariciando meus seios , descendo tirou minha short e calcinha e logo tirou a camisa e calça dele (ficando só de cueca) , ele me pegou e deitou no sofá (deixando minhas pernas para fora) e começou acariciar minha pepeca e a beijar na região (fiquei louca) ele começou a xupar a pepeca (devagar) ficou pr uns 3 minutos quando ele se levantou e me sentou , ele disse : -isso que você queria e botando minha mão no volume enorme sobre a cueca , disse que sim , e fiquei passando a mão no volume , ele disse : - então prova , quando tirei era uma pica grande (uns 20 cm , grossa , cabeçuda ) meti a boca , comecei devagar quando mais tempo mas conseguia enfiar na minha boca , olhava para ele com aquela cara de prazer e ele me retríbuia com o sorriso , por uns 8 minutos ficamos assim , quando ele parou e disse podemos ir a uma cama ? , respondi sim e guiei ele até lá ele me deitou na cama e disse ,: - agora tu vai perder a virgindade me deitou de lado (com as pernas abertas , ele tbm só que atrás) e disse : - você vai prescisar de relaxar , vai doer mas é assim , Respondi então tá , estava relanxando ele passando a pica na minha xoxota por fora , que Prazer! , quando ele do nada enfiou , senti uma dor tão forte que dei um grito e quase que pedi para parar por sair sangue (não sabia que era assim , pois eu era inocente) , mas ele foi metendo devagar e com o tempo sentia prazer e ele foi metendo mais rapido , sentia entrando e saindo ,eu e le gemendo , no maior prazer , e ele Dizia : é isso que vc Queria , Está gostando? , quando disse que não podia gozar na xoxota por não usar nada anti-gravidez , então ele concordou e perguntou se podia gozar na meu rosto , fiquei meu com medo mas aceitei , e ele disse que queria me ver rebolar no pau , trocamos de posição ele deitou sobre a cama e sentei na pica , de frente olhando para o rosto dele (já não sentia mas dor) e comecei a rebolar , ele e eu gemia muito alto , ele dizia : nossa! você rebola pra caralho , você é uma deusa nem dá para acreditar que você era virgem , e o Mauro gemendo alto e eu via aquela cara de prazer e safado do Mauro com isso me dava mais prazer quando ele me tirou de cima rapidamente , se levantou e me agachou no chão e gozou no rosto , foi tão rápido que que voou porra no meu rosto , no meus seios , cabelos , e até no chão , senti o gosto meio ruim com aquele líquido , meio salgado , ele disse limpa meu pau safada , chupei a pica dele até sair toda , ele disse que transa mais gostosa essa , e fomos tormar banho , nos limpamos , vestimos , sentamos no sofá nos beijamos por uns 2 minutos , ele Disse : quando quiser repetir a doze , sempre estarei aqui para você , eu disse claro foi muito bom , ele me deu um beijo ótimo , e longo , se despediu (já que a mulher dele chegaria para o almoço e era umas 11 da manhã) e pedimos sigilo um do outro , concordamos e ele foi embora ainda trepamos até hoje as vezes no no meu ap. as vezes no dele , em sigilo absoluto , ninguém nunca desconfiou, mas confesso também que hoje trepo com mais caras vou contar mais adiante , mas Mauro é especial essa é a minha história de como perdi a virgindade



Gostou? Então Compartilhe!