RSS contos eroticos

Conto Erotico Professor e aluna

Olá para todos!
me chamo ângela, tenho 18 anos 172cm olhos e cabelos castanhos escuros, sou peituda, tenho um rabão gostoso e um corpo de violão.
o que vou contar a seguir aconteceu comigo há algum tempo atrás!
quando havia acabado de completar 17 anos meu pai me deu de presente uma escolha de onde eu queria estudar, ligo optei por fazer cursos na microlins, o primeiro foi de “montagem de configuração de computador” no primeiro de aula haviam 2 professores desse setor: um moreno lindo, jovem e sarado com uns 25 anos e um outro branco, feinho e fora de forma com aparência de seus 40, logo descobri que ele tinha 34 anos, logo me assanhei, pois era a única mulher e queria o gostosão mas como o destino faz suas linhas acabei tendo o azar de cair com o feio que se chama cristiano (nome fictício). com o passar do tempo acabei pegando amizade com esse professor ele é muito legal mesmo o que tem de feio tem de bacana!
certo dia quando estávamos nas últimas aulas ele me chamou no fim do dia e disse “-ângela vc pode me esperar? temos que conversar.” “-claro professor.”
quando acabou o dia esperei todos saírem da sala e só ficamos eu e ele, estava nervosa achando que ele me daria uma bronca, mas ele fechou a porta do laboratório com chave me olhou nos olhos e veio em minha direção me abraçou bem forte colou seu corpo contra o meu e eu logo senti seu pau que estava duro mas disfarcei e ele me disse “-sentirei sua falta, vc foi maravilhosa e, desculpe o comentário vc é muito gata se um dia vc quiser almoçar comigo ou algo assim...” dei um sorriso e correspondi ao abraço e disse que sim, virei as costas foi em direção da porta rebolando pq aquele pau dele me deu muito tesão. de repente senti um puxão em meus cabelos e um beijo de língua, ele me agarrou a força mas eu gostei tanto que me arrepiei e comecei a corresponder, parei de baijá-lo o empurrei contra a parede e comecei a roçar meu rabo em seu pau que a cada instante ficava mais duro, aí ele encheu as mãos em meus seios e sussurava baixinho “-vc me deixa doidinho” aí ele me virou arrancou minha blusinha rasgando-a abriu meu sutiã e começou a mamar em meus seios, enquanto eu tirava seu cinto e abria suas calças. “-chupa meu pau gata quero me despedir de vc aqui mesmo, vou te fuder aqui mesmo” “-me fode então agora” respondi provocando-o...
praq que eu falei isso! ele virou do avesso abriu minha calça me pegou em seus braços, me segurou pelas mãos me fazendo ficar de ponta cabeça colocou minha xoxota (q estava molhadinha) em sua cara e chupou, nossa deus sabe pq não gritei pq foi maravilhoso aquela língua em meu clitóris e aqueles grossos lábios chupando gostoso eu estava quase gozando quando ele desvirou eu estava louca o agarrei dei um caloroso beijo em comecei a descer, descer cada vez mais até chegar em seu pau, quando olhei para aquele cacetão me esbaldei em chupar quase não cabia em minha boca aí mamei e quando estava pra gozar ele me levantou, me encoxou e foi andando comigo até uma das mesas, me apoiei de peito nela ficando com o rabo empinado, ele abaixou deu uma ultima chupada que me arrepiou novamente e começou a meter em mim, meteu com tanta força que doeu as primeiras, aí foi ficando gostoso u gemia baixinho e ele tbm quando eu sinto aquele troço quente em minha xoxotinha, ele havia gozado dentro de mim, ficamos ali grudados por mais uns minutos quando nos vestimos e saímos como se nada tivesse acontecido, desde então nós saímos quase todo fds, vamos em sua casa ou a motel e eu continuo mamando no caralho dele e ele em meus peitos.