RSS contos eroticos

Conto Erotico Professor_tarado _por_cu

Sou loirinha,17 anos e faço o colegial.sempre tive muita dificuldade nas matérias de calculo,mas em matemática minha dificuldade era ainda maior.sou muito atraente.peitinhos pequenos e impinadinhos,bunda grande e redondonda e uma linda bucetinha rosada.algumas vezes,peguei vários de meus professores tentando olhar por baixo de minha minúscula saia(que fazia parte do uniforme do colégio),durante a aula.mas um professor em particular me chamava a atenção.ele tinha seus trinta e poucos anos,era casado,mas não tinha filhos.sua esposa,também professora,era uma morena gorda que não chamava muita atenção e que ,creio eu,já não dava mais tesão ao meu pobre professor.por coincidência era professor de matemática e como eu estava carente na matéria,decidi fazer uma troca justa.certo dia,em uma aula de reposição,esperei todos saírem e fui falar com ele,queria umas “aulas” particulares.no dia marcado, ele foi a minha casa.estava sozinha e o esperava com uma sainha curta e uma mini blusa totalmente transparente.entre um calculo e outro,percebia que ele olhava pros meus mamilos que já estavam durinhos.percebendo que ele já estava muito excitado,reclamei do desconforto de minha cadeira.sem pensar, ele falou :quer sentar no colinho do tio?eu já tava toda molhadinha e devagar,sentei no colo dele.naquele momento,senti seu pau duro e enorme roçando na minha bunda.como se estivesse tudo normal,ele continuava falando da matéria,mas acariciava meus seus por baixo da blusa.com uma mão,começou a acariciar minha coxa e a levantar minha saia,ate que chegou ate minha bucetinha molhada.ficamos de pe,e ele começou a sugar meus mamilos,como se fosse um bezerrinho faminto.louca de excitação,pedi que ele enfiasse seu pau enorme em mim.ele falou:é isso que você quer ,não é sua putinha? você quer que eu coma sua buceta?mas eu não quero isso.quero seu rabo.quero cuzinho rosado.nâo pensei duas vezes.fiquei de quatro ali mesmo.ele disse:assim não!quero que sente no meu colo,sua putinha.hoje vou matar todo meu tesão em você.sentei no colo dele e bem devegar,levantou minha saia,minha calcinha e enfiou a cabecinha do pau no meu cuzinho apertado.eu uivava de prazer e pedia pra ele enfiar tudo.ele gritava:nunca fudi um cu tão gostoso,tão apertado.ficamos naquele movimento até sentir sua gala quente encher meu cuzinhu.depois desse dia,nunca mais tocamos no assunto e agimos como se nada tivesse acontecido.