RSS contos eroticos

Conto Erotico Putinha desde novinha - bundinha de menina nova

Putinha desde novinha – bundinha de menina nova



oi, meu nome é christine, sou uma loira mineira, moro em bh, hoje faço faculdade de psicologia. como disse, sou loira, cabelos lisos até o meio das costas, tenho olhos azuis, coxas grossas e torneadas, bumbum arrebitado e grande como o de uma mulata, meu cuzinho e pequenino e rosado, seios de médios para grandes com biquinhos rosados e salientes, tenho 1,85m e lábios carnudos e rosados, apesar de já ter transado muito, até hoje sou toda apertadinha. meu corpo é bonito assim porque desde os 12 anos eu malho com personal treinner. sou bem branquinha, pois sou filha de pai alemão e mãe brasileira, por isso tenho cor de alemão e sensualidade brasileira. meu pai veio morar no brasil porque é executivo de uma multinacional, então abriu também uma empresa da qual minha mãe toma conta, é uma empresa muito conhecida, inclusive com filiais no rio, sampa e porto alegre. bem, como vocês podem ver, meus pais são muito ocupados, não tendo muito tempo pra mim. galera, essa aqui aconteceu aos 13 aninhos. esta aqui foi quando participei de uma colônia de férias em um clube campestre. eu estava toda empolgada, a galera de minha escola ia participar desta colônia, como não queria viajar para a casa de alguma tia minha, não pensei duas vezes, pedi para minha mãe e meu pai assinarem a autorização e na sexta-feira pela manhã partimos para o clube, onde permanecemos por dez dias. havia muitos gatinhos bonitos, na faixa dos 10 aos 15 anos, era uma galera muito animada. eu desde novinha já chamava a atenção, sempre era mais alta e mais bonita que as outras garotas. se tinha 13 anos, minha aparência era de 16. minha bunda sempre foi gigantesca, sempre usei calcinha enfiada no rabo, ficava só o triângulosinho da calcinha sobre a bunda. meu cusinho rosado era pressionado pelo fisinho da calcinha que ficava realmente socada no meu cu. meus olhos azuis contrastavam com minha pele e meus cabelos loiros, lisos e longos, meus lábios carnudos e rosados são uma tentação, segundo os machos com quem fico, meus seios médios com as auréolas rosadas parecem duas agulhas querendo furar a blusinha, que sempre tem um generoso decote, minhas pernas malhadas, torneadas e grossas chamam demais a atenção, tenho pouquíssimos pelinhos, porém, todos loirinhos. que resplandecem com a luz do sol. sempre rebolei muito, isto provocava a todos, inclusive aos professores da escola. eu ando toda empinadinha, isto deixa os machos loucos de tesão. neste dia em especial, eu vestia uma calça branca, bem colada ao corpo, uma calcinha rosa, toda enfiadinha na bunda e com um triângulo minúsculo na frente, se minha perereca não fosse toda depilada com certeza os pelinhos ficariam de fora, pois a calcinha era muito pequena, coloquei um salto rosa e um top também rosa, sem sutiã. o top quase expulsava meus seios de dentro dele, tinha um decote absurdo, todos me comiam com os olhos. os bicos dos meus seios ficaram durinhos quando notei todos me olhando. estava cheia de tesão e logo coloquei minhas coisas no bagageiro do ônibus e me sentei numa poltrona ao lado do ricardo, um garoto branquinho, olhos verdes, cabelos negros como piche, e muito gostosinho. conversamos durante os 40 minutos de estrada. ao chegar ao clube, recebemos todas as instruções e orientações, teríamos muitas atividades. fomos divididos em grupos e fiquei num quarto com 3 garotinhas mais novas que eu, todas de 12 anos. conversamos bastante, sobre tudo, inclusive namorados. pena que elas ainda eram virgens. me produzi toda para entrar na piscina, coloquei um minúsculo biquíni e entrei na água. todos me olhavam com desejo, até os homens mais velhos. eu provocava a todos. saia da água a toda hora, fazia posições provocantes fingindo pegar algo no chão, rebolava bastante quando andava. todos notavam como o biquíni era pequeno e estava atochado no meu mega rabo gostoso, como dizem alguns por aí. mas foi à noite que o bicho pegou. rolou uma baita festa, só não tinha bebida alcoólica, mas como criança sempre apronta, alguns garotos levaram bebida escondido e bebiam pelos cantos sem nenhum monitor ver. notava-se que a maioria dos alunos sabiam da bebida, pois estavam todos mudados pelo álcool. fui passear pela piscina, foi quando vi o ricardo (ric) sozinho e tomando vodka. me sentei com ele e começamos a conversar e beber. ele me disse que estava esperando o hudson, um amigo nosso, ele é mulato, olhos negros e bastante forte, não é bonito, mas muito gente boa. eu disse que precisava ir ao banheiro, pois a vodka havia feito efeito, precisava mijar. ele me disse que esperaria, mas o que eu gostaria mesmo de ouvir era: “espere, vou te ajudar no banheiro”, pena que não ouvi isto. ao voltar do banheiro, não vi mais o ric, ele havia sumido. pensei que ele estivesse passando mal e resolvi procurá-lo, foi quando estava passando perto do play ground do clube e ouvi alguns gemidos: “ai, vai devagar porra, calma que meu cu ta doendo...aaaiiii..ooooohhhh”, eu me escondi e fiquei espreitando, quando cheguei mais perto, vi o ric de 4 e o hudson metendo a rola nele. o cusinho dele parecia estar muito apertado, pois o hudson reclamava que estava machucando o pau dele também. o hudson meteu tudo no cu dele e começou a fazer movimentos de vai e vem. ambos começaram a gemer: “ai hu, vai, fode meu cu seu roludo gostoso, vai, aaahhhh, comeeee, ooohhhhh”, não acreditava que aquele garoto lindo gostava da mesma coisa que eu. “toma viadinho, você gosta de rola né safadinho. quando o noel me contou que você gosta de levar rola na bunda eu não acreditei, mas agora sei que é verdade. que cusinho gostoso. toma viadinho toma...aaahhhh!”, não acreditei, o noel, um aluno do terceiro ano, que tem um pé de mesa desgramado, que quase me mata quando foi me comer, havia estourado o cusinho do ric também. que viadinho rodado este ric. eu procurei me aproximar mais um pouco para ver melhor o que acontecia, foi então que vi detalhes daquela foda toda. o ric estava de quatro na grama, com os chinelos sob os joelhos para não machucar e com o rosto encostado no chão, enquanto o hu estava com os joelhos flexionados e mandando ver no ric. o ric já estava vermelho de tanto levar pica, seu rosto estava como brasa, ele gemia “aaahhh...uuuuhhhh....oooohhhhh....” e o hu dizia “toma viadinho, aiiii, toma nessa bundinha branca gostosa toma...ooohhhh” e metia cada vez mais fundo no ric que pedia “via mais devagar hu, você é um cavalo cara, ta gostoso mas ta doendo meu cu porra!”, o hu então foi metendo mais devagar, foi então que o ric disse: “vamos mudar de posição cara, meu joelho ta doendo”, o hu então disse, “você reclama demais viadinho, só não te encho de porrada porque seu cu é muito gostoso cara, anda levanta...”, o hu foi saindo de dentro dele e então eu pude ver o tamanho do pau do hu, deveria ter uns 19cm, era negro e tinha uma cabeça enorme, fez até barulhinho quando o pau dele saiu do cu do ric. eu já me masturbava vendo aquela cena toda, o cu do ric estava arreganhado, o hu até brincou: “cara, você não vai ter problema pra cagar, seu cu ta aberto demais bicho.” o ric sorriu e disse: “e a culpa é sua seu animal, este seu pau gostoso me deixa louco”, o hu então se deitou no chão e disse: “agora vem viadinho safado e gostoso, senta no meu picão cachorrinha”, o hu veio e foi se sentando bem devagar, ele chegava a morder os lábios de prazer e o hu dizia “agora rebole potranquinha, rebole no meu picão vai”, e o ric começou a rebolar e a subir e descer naquela jeba escura, ele parecia uma mulher fodendo, subia e descia com gosto, ele auto esfolava seu rabinho branco, ele ia rápido e depois ia devagar quando cansava-se, ia sempre alternando assim, foi então que ambos começaram a aumentar o ritmo dos gemidos “aaahhhh, ooohhhh, oooohhhh...”, nesta hora eu já não me agüentava mais, minha xaninha estava molhadíssima, eu ia gozar junto com eles. só ouvi um gemido mais alto: “oooooohhhhh, toma viadinho, tomaaaa, oooohhhh!!!”, o hu havia acabado de gozar dentro do cu do ric, que caiu sentado na jeba do hu que estava toda encaixada dentro do ric, o ric batia uma punheta para si com o pau do hu todo encaixado dentro dele e enquanto ele se masturbava, ele também rebolava no pau do hu. foi então que ele gemeu bem baixinho, foi como um gemidinho feminino bem baixo e fininho: “oh, oh, oh, oooohhhhh!!!” e ele gozou na barriga do hu. neste momento eu não me agüentei e gozei também. foi um gozo esplendoroso. eu fiquei completamente mole. meu corpo tremia, eu suava, foi ótimo. mas eu continuava cheia de tesão, precisava levar pica. foi então que tive a idéia de me levantar, tirar minha calça e ir na direção daqueles dois tarados. cheguei aplaudindo aos dois, que devido ao susto, não tiveram reação e permaneceram como estavam, apenas olharam para ver quem era. o ric ficou vermelho de vergonha e o hu tentou esconder o rosto. foi então que eu disse: “ric, hu, não precisam ter vergonha, eu vi tudo, foi um show, e eu quero participar dele.” foi quando eu sai da escuridão e eles viram que eu estava nua. o hu então sorriu e disse: “ eu não acredito, você sempre foi um sonho pra mim, vem cá minha quarida.” o ric então disse, como seu pau está crescendo em hu. é que o pau do hu estava crescendo dentro do cu do ric. o ric então se levantou e eu vi aquela cobra preta dura com ferro, não pensei duas vezes, caí de boca naquela jeba que ainda estava com o gosto do cu do ric. enfiei seu pau até o talo na minha boca. ele chegou a se contorcer. depois disso, lambi toda a porra do ric que estava sobre a barriga do hu, que gemia muito. enquanto eu lambia o hu, o ric se aproveitava que eu estava de quatro e chupava minha xaninha que já estava babando novamente e meu cusinho que piscava o tempo todo. depois ele meteu um dedo dentro do meu cu e meteu a língua dentro de minha xoxota. eu gemia “ai gostoso aahhhh” e chupava o pau do hu. então eu disse, “agora é minha vez”, me posicionei, mandei o hu me foder, pedi ao ric pra ficar de quatro em minha frente e enquanto o hu fodia minha xana, eu chupava o cu do ric que ainda estava com a porra do hu. limpei todo o seu cusinho enquanto eu era fodida pelo hu. o hu bombava forte, seu ferro entrava fundo em mim. “vai hu, anda, fode gostoso seu animal, vai fode minha bucetinha fode!”, ele ficou impressionado, minha bucetinha era pequena, rosada, carequinha e gulosa, “você tem a bucetinha mais gostosa e lindinha que eu já comi, toma cachorra toma...” e o ferro só entrando, eu chupava o cu do ric, seu pau e seus ovos, ele gemia “ai cachorra, que lingüinha gostosa, vai fode meu cu com ela” e rebolava em minha cara. eu também rebolei muito no pau do hu. foi quando eu disse, “hu, se você gosta tanto de um cu, toma, fode o meu seu cachorro.” ele não pensou duas vezes, saiu de dentro de minha xana, cuspiu no olho do meu cu e mandou ferro nele, doeu muito no começo, mas depois ficou delicioso. o hu sabia foder muito bem. eu quase gritava de dor e prazer, isto deixou o ric louco, então eu meti um dedo no cu dele e comecei a fodê-lo com meu dedo, depois enfiei mais dois dedos. o safado gostou muito, enquanto eu o fodia com meus dedos, eu também chupava seus ovos. o hu enlouquecido com aquilo começou a foder mais forte “calma hu, vai devagar cachorro, aaahhhhh ai meu cu hu oooohhhh”, ele quase me rasgou. então eu disse: “ric, deite-se de barriga pra cima, quando ele assim o fez eu saí do pau do hu e me sentei no do ric, fiquei a cavalgar aquela piroquinha branca que era muito menor que a do hu, por isso meu cu não doía. depois encaixei aquela piroquinha na buça e mandei o hu mandar ferro no meu rabo. eu era ensanduíchada por aqueles dois, “vai aaahhh, fode, ah que gostoso, ooohhh, uuuuuiiiihhhhh, ooohhhhh.....!” eles também ficaram loucos, o ric só gemia “aaahhhh,oooohhh,uuuuhhhh,ooooohh, aiaiiaia,aaahhh”, já o hu dizia, “toma vadia, toma rola toma, que cu gostoso, é muito melhor que qualquer outro que já comi, aaaahhhh!!!” eu gozei naqueles dois paus. “ooohhhhh, puta que pariiiuuuuu, que go go go gozo gostoooosoooooo, aaaaahhhhhh.” e caí desfalecida entre os dois, mas o hu não parava de bombar meu rabo. “toma puta, toma puta, toma puta”, depois de um tempo comecei a fazer movimentos internos com minha vagina, apertava e soltava o pau do ric e piscava meu cu no pau do hu, depois comecei a rebolar e eles nbão se agüentaram, quando o ric disse que ia gozar, pedi ao hu pra para parar tirei pau do ric da xaninha e coloquei na boca, senti ele pulsar e soltar porra dentro de minha boquinha, eu tomei tudo e ainda limpei seu pau. depois foi a vez do hu, que gozou na minha cara. o ric limpou minha cara com a língua e depois nós nos beijamos pra dividir a porra do hu. ficamos um tempo ali, então eu me dirigi as umas mesinha que tinham por lá, agora já estávamos todos vestidos, mas eu disse: “vamos brincar mais um pouco? é o seguinte, vamos abaixar nossas calças só o necessário, vamos nos debruçar sobre as mesas e co hu vai nos foder até gozar”, todos toparam, eu e o ric nos debruçamos sobre as mesas e apresentamos nossas bundas pro hu, que agora devido à claridade que havia nas mesas ficou maravilhado com meu rabo, era enorme,branquinho e delicioso. ele abriu minhas nádegas e antes de comer meu cu, comeu minha xaninha que estava toda meladinha, assim, ele melou seu cacete com o mel da minha bucetinha, após estar todo meladinho ele mandou o ferro no meu rabo. por já ter gozado duas vezes, esta estava demorando mais. o hu ficou tão empolgado com meu rabo que se esqueceu do cu do ric que reclamou, “hei, tem o meu também viu!”, o hu disse, “desculpe cara, eu me empolguei aqui, também, uma mulher dessas deixa qualquer um louco, que gostosura em chris!”, ele tirou o pau bem devagar e depois meteu no cu do ric. quando o hu ia gozar, eu e o ric nos ajoelhamos e colhemos todo o seu gozo com nossas boquinhas taradas. nos ajeitamos e saímos dali. nós transamos muito durante a colônia, transamos todos os dias, sempre os três. minha bundinha voltou assada de lá, mas foi ótimo. se vocês gostaram do meu conto me escrevam, estou louca pra saber sua opinião. depois conto pra vocês a minha história de carnaval e uma outra, onde um cara comeu só meu cu, e durante três meses. beijos da sua, chris putinha. trepando69@bol.com.br tchau gostosos.....