RSS contos eroticos

Conto Erotico Deixei o cão lamber minha bucetinha

Na época que esse fato aconteceu eu tinha rescem feito 18 anos, baixinha de seios médios e pernas grossas e bunda grande.Estava na casa do meu namorado bem mais velho que eu, ele morava sozinho e lá eu passava fins de semana.Aquela noite estava muito quente e bebemos algumas cervejas geladas. André começou a passar a mão nos meios seios, me exitei muito e transamos ali mesmo na sala, fomos pro quarto e gozei gostozo no pau dele.Por causa da bebida André virou-se sonolento pro canto e dormiu, fiquei furiosa pois queria mais sentia minha chana pulsar. Sem esperanças dele acordar acendi um cigarro e fui pros fundos abri a porta da garagem e me sentei num banquinho que tinha lá.Logo veio fox o cão pastor alemão do meu namorado.Passei a mão nele e tão grande meu susto quando fox enfiou-se meio as minhas pernas, e focinhou em cima da cauçinha.Enpurrava a cabeça dele mas o cão insistia vencendo-me com sua força,cada vez que fox encostava seu foçinho na minha chana sentia um tesão gostoso então num empulso olhei para ver se andré ainda dormia, virei-me e soltei o cão que enlouqueçeu a lamber minha chota.Não aguentando mais afastei a cauçinha abri um pouco minhas pernas e recebi mais que dipressa as lambidas asperas do cão, em cada enfiada fox tocava mais fundo, eu me controlava pra não chamar a atenção com gemidos altos pois andré não poderia descobrir meu ato. Estava louca de tesão vendo como o cão desesperado lambia minha bucetinha raspara com cheiro de porra abri minhas pernas e apertei a cabeça do cão fazendo sua linguá penetrar de uma só vez na mesma hora gozei forte e enquanto gozava me deliciava vendo fox lamber minha porra todinha.Só nessa hora percebi que o cachorro estava armado de um montruoso pau avermelhado e cabeçudo, senti muito medo de ser descoberta mas o desejo era maior, encaminhei fox pra trás do carro e abaixei, enquanto o cão lambia minha chana eu cuidava da porta,desta vez fox dirigiu a linguá pro cú que me deu mais tesão ainda, sem poder mais aguentar deitei no chão e abri bem as pernas, como fox não conseguia penetrar fiquei de quatro.Quase morri quando aquele pau enorme e muito grosso entrou na minha vagina pequena, o cão meteu com força sem parar, gozei umas tres vezes mas o filha da puta do cachorro parecia não se saciar, minha chana doia com aquele pau inchando dentro de mim mas eu não conseguia tirar.Forcei então e o pau deslizou pro meu cu, sentia muita dor mas sabia que fox não ia parar então levei meu dedo até meu clitoris e me masturbei p aliviar... gozei mais uma vez desta vez senti um liquido quente dentro de mim, fox permaneceu grudado por um tempo e quando conseguiu sair deitou cansado no canto, andei até o quanto com dificuldade e vi André dormindo. Passei a noite acordada pensando no acontecido.Sempre que ia na casa do meu namorado arrumava um jeito de transar com fox até que um dia ele chegou bem na hora e descobriu... essa parte eu conto outra hora



Gostou? Então Compartilhe!