RSS contos eroticos

Conto Erotico Exibindo pela web cam uma trepada com meu cão.

Exibindo pela web cam uma trepada com meu cão

Um conto verídico de Paula Castelani O que vou relatar aqui neste conto é verídico. Sou uma garota bonita, cabelos ondulados louros. Estava começando a crescer os peitinhos e a ter uns poucos pêlos na bucetinha e uma bundinha arredondada. Moro com minha família no interior em uma pequena cidade. Lá em casa sempre teve cachorros. Desde pequena me lembro desses adoráveis animais de estimação. Um dos cães que mais recordo e guardo boas lembranças gostosas e excitantes é o Fred. Adotamos o Fred, um cão de raça, pastor alemão. Desde pequeno, eu passeava e ajudava a cuidar dele. Logo Fred ficou grande e assanhado, adorava me cheirar toda. Sempre que me descuidava Fred me dava uma cheirada entre as minhas pernas e uma fungada para sentir o cheiro da minha bucetinha. Fred também adorava me agarrar pelas pernas, me puxando querendo transar, ralando seu pinto em minha perna. Teve um dia que saí e fiz uma caminhada. Voltei toda suada. Assim que cheguei o Fred veio todo assanhado, pulando em mim. Enfiou o seu focinho entre as minhas pernas e me deu uma cheirada e uma lambida gostosa. Estava de saia, me lambeu por cima da calcinha. Não tinha ninguém em casa. Chamei o Fred para dentro do meu quarto. Tirei a saia e a calcinha. Sentei na beirada da cama com as pernas abertas para ele me chupar gostoso. Ele veio logo me lambendo com aquela língua áspera maravilhosa. Comecei a me contorcer e a ficar louca de tesão, dando gritos e gemidos. Abri a minha bundinha para o Fred lamber o meu cuzinho bem gostoso. Estava me dando um banho de língua delicioso. Aquela língua grande e rápida passando em meu clitóris e por toda a minha bucetinha me fez gozar, me estremecer toda, um calor e uma excitação muito forte. Fui ao ápice do prazer. Tive três orgasmos com aquela língua quente e rápida. Meu cão me lambeu todinha, todo o melzinho de minha bucetinha. Quando pensei em ficar de quatro para o Fred trepar em mim, minha mãe chegou em casa. Tive que me vestir rápido, e colocar o Fred para fora de meu quarto, para ela não perceber. Eu sempre gostei de olhar pesquisar na internet sobre tudo. Adorava bate-papo e sites de relacionamento. Até que um dia conheci o Nando, um homem maravilhoso e muito bonito lá do Rio de Janeiro. Ele era muito liberal. Foi me mostrando um mundo que eu jamais iria conhecer se não fosse ele. Falávamos sobre tudo. Ele me excitava como ninguém. Sua mente aberta, me deixava a vontade para extravasar meus desejos e vontades. Assim também ele fazia, se sentia a vontade para dizer tudo. Começamos a nos conhecer pouco a pouco e o Nando me conhecia e sabia de todas a minhas vontades. Sabia me excitar como ninguém. Um dia, o Nando começou a falar sobre cães com garotas. Que tinha muita vontade de ver pela web cam um cão me chupando e trepando comigo. Achei estranha a ideia no inicio, mas depois comecei a gostar. O Fred iria gostar muito de me chupar e trepar comigo também. Nando dizia que para o Fred não me arranhar seria necessário colocar um par de meias nas patas dianteiras dele , e assim ficar mais confortável. Nando estava com muita vontade de me ver pela web cam com o Fred. Não resisti a ideia, também queria realizar esse desejo do Nando. Chegou o dia, testamos a web cam e ambas estavam funcionando bem. Focalizei a web se forma que o Nando visse a mim e ao Fred. Tirei a roupa e a calcinha. Abri as pernas para o Fred me chupar bem gostoso. Ele veio logo enfiando seu focinho entre minhas pernas e me chupando e lambendo rápido. O Nando ficava olhando, dizendo estar muito excitado. A língua do Fred me lambia tão rápido que eu ficava alucinada de tesão, eu gritava para o Nando escutar e me ver. Nando olhava fixo pela web cam. Gozei várias vezes com aquela linguada veloz e molhada me deixando ainda mais molhada. Peguei o par de meias e coloquei nas patas dele para não me arranhar. Já estava excitadíssima, fiquei de quatro com a bunda virada para a câmera. de forma que o Nando pudesse nos ver bem nitidamente. Assim que fiquei de quatro o Fred já engatou suas patas em minha cintura, com o pinto um pouco para fora. Rapidinho o pinto dele encontrou a entrada de minha buceta. Senti a ponta do pau dele achatada e pontuda cutucando a entrada da minha buceta. Seu pau estava muito vermelho, cheio de pequenas veias. Ele juntou-se ao meu corpo e começou-me a penetrar numa velocidade incrível. Dava estocadas rápidas, sentia o cacetão dele grande e grosso deslizando bem gostoso, me invadindo as entranhas e me preenchendo toda a buceta. Nesse momento quando olhei para o computador, vi o Nando nu com aquele cacete grosso e grande para fora, exitadíssimo de ver o Fred me comer. Eu me imaginava chupando o cacete bonito cheio de veias do Nando bem gostoso. Ao imaginar o Nando ali presente, naquele momento, não resisti, eu gritei de tão excitada. Gozei querendo aquele cacete do Nando dentro de mim e com aquela velocidade e estocadas gostosas do Fred. O Fred gozou dentro de mim, um jato quente dentro de minha buceta muito gostoso. Assim que ele acabou de gozar, senti as bolas do Fred expandindo minha buceta, alargando-a bem gostoso, me fazendo gozar novamente. O Nando assistia tudo e ao ver as bolas do Fred presas dentro de mim, o Nando gozou intensamente, escorrendo de seu pênis grande volume de semem. Fiquei engatada por poucos minutos. Quando as bolas se soltaram, escorreu muito semem de minha bucetinha. O Fred me secou todinha com a sua língua. Levantei-me e vesti minha roupa. Continuamos a conversar eu e o Nando. Ele disse que adorou ver o Fred trepando comigo. Eu também adorei. Se você gostou de meu conto e quiser se comunicar comigo terei prazer em responder suas perguntas e ouvir suas sugestões. Meu email é paulacastelani20@hotmail.com Bjs.



Gostou? Então Compartilhe!