RSS contos eroticos

Conto Erotico História real! A primeira vez que penetrei na minha cadela!

Olá pessoal, é a primeira vez que venho aqui para contar minha experiência com a minha cadela, me chamo Marcos (Fictício) tenho 35 anos, sou moreno, 1,70m casado. Bom, vamos ao que interessa ( logo pedindo desculpas pelos erros de português e não me expresso muito bem, pois é minha primeira vez aqui e estou um pouco nervoso). Desde os meus 10 a 12 anos faço coisas que considero normal a um ser humano devido a sua curiosidade, sempre gostei de experimentar de tudo e ver o que me daría mais prazer e satisfação inclusive até hoje com 35 anos não sei se sou hetero ou bissexual rsrsr, pois quando leio ainda algo como "enfiou no meu cuzinho" fico cheio de tesão, já experimentiei várias coisas como, enfiar objetos no meu "cuzinho" rsrsr, e isso me deixa com o pau latejando, mais sou fascinado por uma buceta bem molhadinha, já batí punheta no pau do meu cachorro e gostei, mas tbm ja enfiei meu dedinho na bucetinha da minha cadela e achei demais.... Assim de experiência em experiência, venho contar essa da minha primeira penetração com minha cadela pra voces... Tenho uma cadela mistura de poodle com outra raça que desconheço, ela tem 4 anos de idade, é bem peluda e tem um comportamento bem calmo, sempre tentei comer a bucetinha dela, como esses tempos estou ficando só em casa as tentativas ficaram mais frequentes. Porém um problema não me deixava muito feliz, devido ao porte dela (Tamanho) a sua bucetinha é bem pequena e sempre que eu tentava penetrar acabava desistindo, pois eu achava muito desconfortável e não conseguia enfiar meu pau na bucetinha dela de jeito nenhum, mas aquilo era tão excitante que não conseguia parar de tentar mesmo sabendo que era quase impossível o meu pau entrar naquele buraco, cheguei até várias vezes esperar a minha esposa dormir e então eu ia colocar a comida da minha cadela a noite, mas, antes disso ja ia com a camisinha na mão para tentar mais uma vez atingir meu objetivo que era comer aquela bucetinha... tentava na varanda de casa mesmo morrendo de medo dos vizinhos olharem eu ficava abaixado no escuro com os joelhos apoiados em meu par de sandálias para não ferir no cimento tentando penetrar naquela bucetinha e nada, eita buraquinho difícil... Passados alguns meses, descobrir que minha cadela estava grávida do cachorro que meu irmão tem daí eu parei um pouco de tentar, mas logo depois a tentação foi maior e recomecei de novo até que certo dia percebi que quanto mais perto do dia dela ter filhote se aproximava mais a bucetinha dela ficava mais frouxa, aquilo foi a gota d'agua..... Em um desses dias esperei a minha esposa dormir e assim que pude logo fui para a minha jornada de tentar realizar aquele grande desejo: fuder aquela buceta que me dava um enorme tesão, muito mais do que minha esposa!!!. peguei uma camisinha, fui ao banheiro, coloquei no meu pau e passei margarina, pois não tinha nem um gel lubrificante e fui pra varanda, chamei minha cadelinha que de prontidão como sempre veio abanando o rabinho, ohhhhh hoje vai.... virei-a com carinho, passei um pouco de margarina naquela bucetinha e fui introduzindo aos poucos o meu dedo indicador, uns dias antes ja tinha percebido que eu ja conseguia enfiar dois dedos nela de uma vez, depois de enfiar o primeiro dedo fui enfiando o outro e fazendo movimentos giratórios para dilatar aquela bucetinha e quando vi que era a hora de tentar preparei o meu pau que não é tão grande, mede cerca de 17cm e comecei a procurar a direção daquele alvo tão desejado, sempre com medo da minha esposa acordar e nos ver naquela situação (já imaginou?) fora os meus vizinhos que poderiam aparecer de repente ja que era por volta de 22:00hrs. Mas enfim encostei a glande da minha pica na direção da bucetinha dela e fui empurrando com carinho para que não a machucasse e pra minha surpresa e felicidade, pude ver que eu estava conseguindo introduzir com sucesso a minha pequena pica naquele buraquinho, fui forçando um pouco mais, e mais quando percebi ja havia penetrado a metade do meu pau, a empolgação foi demais e acabei forçando um pouco e esse movimento fez com que minha cadela se virasse e rosnasse como se quisesse me morder, tentei acalmá-la pois ja que tinha chegado alí não tinha como escapar, fui aos poucos fazendo movimentos suaves de vai-vem sem tentar penetrar mais o meu pau até o final pois sabia que podia incomoda-la e ela me morder, a minha glande parecia que ia explodir de tanta pressão era um prazer inenarrável, senti que a bucetinha dela ficava latejando sinceramente não sei se era o orgasmo dela ou se era devido a minha piroca está la dentro mas por fim aquela cena me deu mais prazer ainda e com aquele movimento de vai e vem gozei de uma forma que posso afirmar que foi no mínimo diferente do que transar com uma mulher (muito mais gostoso e intenso). Depois desse dia ainda tive outras transas com minha cadelinha que pra minha surpresa e tristesa depois que ela teve os filhotes dela, voltou a ter sua bucetinha fechadinha evitando assim que eu pudesse penetra-la de novo, depois de algumas tentativas acabei por desisitir novamente, quem sabe quando ela estiver no cio ou emprenhar de novo eu tento... Não escrevi esse conto para que votassem como legal ou comentarem, ele é apenas um desabafo de uma história real que aconteceu, ja que eu não posso falar pra ninguém pelo menos aqui posso contar rsrsrsr.... Então dificilmente contarei outro conto (História real) por aqui, mas se caso eu venha conseguir outro dia ou tiver outra experiência gostosa, venho compartilhar com voces... Abraços!!!!!!