RSS contos eroticos

Conto Erotico Minha iniciação foi com um cavalo

No outro dia, logo depois daquele fiasco de primeira vez acordei disposto a fazer tudo que tinha direito Sai de casa pelado mesmo e vi o cavalo parado na grama como se estivesse a minha espera, já q ele estava ali nao ia decepciona-lo. Fui até o cavalo e já comecei a acariciar a parte inferior de sua barriga, ele virou a cabeça para me olher, mas não fez nenhum movimento, aos poucos fui descendo minha mao em direção a capa preta que protegia seu pau, mas mal tinha colocado a mão nele e já senti o pinto dele ficando duro. Para quem nunca viu o penis de um cavalo saindo da capa sozinho nao sabe o que é legal, no começo saiu apenas a parte preta da base e entao lentamente começou a surgir a cabeça, o pau dele ia ficando cada vez maior e mais grosso até ficar totalmente esticado para fora. O cavalo começou a endurecer aquele mastro que batia em sua barriga e voltava, era como se estivesse me chamando e quando senti o cheiro daquele pau nao resisti e meti a boca dele. Chupava aquele pinto inteiro, a cabeça era aspera e ele soltava um liquido salgado que eu fazia questao de engolir, por outro lado o resto era liso fazendo aquilo muito mais gostoso. Eu podia sentir o pau dele pulsar em minha mão e isso so me deixava mais excitado, era como se tivesse com um coraçao na mão. Não foi facil tirar o leite dele, devo ter ficado quase dez minutos chupando e masturbando aquele pau até finalmente ele gozar. Diferente do que eu esperava ele nao gozou em pequenos jatos, veio tudo de uma vez só e sua porra encheu minha boca de uma vez escorrendo pelo meu queixo, o cheiro era forte e fazia meu estomago revirar, mas era quente e grossa, respirei fundo e comecei a engolir sua porra, o volume foi diminuindo ao mesmo tempo que o pinto dele ia ficando cada vez mais mole, até que finalmente ele parou de gozar e seu pinto voltou para a capa. Sentei no chao ao lado dele e dei um arroto com cheiro de porra, nunca tinha pensado que um dia teria coragem de chupar de verdade o pinto de um cavalo, quando mais beber sua porra, meu estomago estava cheio daquela porra grossa e precisei de muita força para nao vomitar. Coloquei um balde de agua para ele e voltei para casa afim de tomar um banho, mais tarde, quando me senti melhor voltei até ele e pensei em tentar deixar que me penetrasse, mas acabei mudando de ideia entao chupei seu penis novamente, quando ele gozou sua porra foi muito menos e mais rala do que a primeira, mas estava começando a me parecer saborosa. Quando anoiteceu novamente e tive certeza que nao tinha ninguem para ver ele saindo da minha casa, coloquei o cavalo para fora satisfeito por tem matado minha curiosidade. Depois deste dia encontrei com o cavalo na rua outras vezes, mas nunca mais tivemos um tempo para nos divertir novamente. Espero que tenham gostado, porque nunca mais vou esquecer o que aconteceu nesse dia.



Gostou? Então Compartilhe!