RSS contos eroticos

Conto Erotico Zoofilia prazer sem limites!

sou uma pessoa sem frescuras, homem, casado muito bem sucedido na vida, branco, 1,86, 88kg, bonito, charmoso mas tarado em matéria de sexo, mas desde criança fui tarado por zoofilia. vou iniciar com meu primeiro contato neste prazeiroso mundo que não tem limites, por volta dos meus 12 anos de idade, morava em uma chácara com muitos animais entre eles cavalos, vacas, cachorros etc.e também o caseiro com sua filha da mesma idade e dois filhos mais novos. certo dia eu vi a menina bricando com meu doberman, aquela frecura de criança e percebi que o danado esta com a ponta vermelha para fora e a menina não parava de olhar a exitação do nosso amigo, e eu como bom curiso também fiquei olhando e comentei com ela sobre aquilo, ela disse que ele sempre ficava assim quando ela brincava com ele, nisso como criança é sapeca tivemos uma idéia de leva-lo para um lugar sem ninguém por perto, e assim fomos para um barracão onde ninguém podia aparecer, chegando lá começamos a bricar com o dog e ela pegou no pau dele e ficou massageando, foi quando aquela coisa começou a sair para fora e o cachorro ficou como louco tentando subir na menina, ela disse que ja tinha bricado assim com ele mas desta vez estava mais legal pois ela não estava sozinha e não ficaria com medo. lembramos das nossas bricadeira de sacanagem um com o outro, pois descobrimos alguma revistas do pai dela e brincavamos sem saber oq era mas era bom o rala rala, mas sempre sem penetração alguma pois o medo era maior, mas voltando, comecei a punhetar o dog tb e ficamos os dois ali apreciando o pau do cachorro nisso ela arrancou a calcinha e disse para brincarmos com ele como brincavamos nois dois, e ela ficou de 4 para sentir o pau do cachorro na bundinha! o cachorro subiu e começou a bombar sem direçao e eu segurando o pau dele pois era interessante aquilo, foi quando eu para bricar um pouquinho coloquei a pontinha no buraquinho dela, não deu outra numa estocada só entrou metade daquele pau enorme na bundinha dela, e ela começou a chorar mas eu tive que tampar a boca dela para ninguém escutar senão ia ser um problema enorme. minha surpesa foi quando ela disse que estava bom doia mas era bom, o cachorro la bombando o cuzinho dela e eu esfregando meu dedo na bucetinha dela, até que saiu o nó e eu disse para ela oq estava acontecendo e ela ficou com medo e pediu para tirar o cachorro. eu bem devagar fui acariciando ele para que saísse de cima e consegui, mas não foi fácil, e ela ficou ali de 4 reclamando de dor mas com prazer ao mesmo tempo e eu aproveitei para continuar oq o cachorro começou! na próxima conto como eu e ela bricamos com nosso cavalo. para quem gosta de zoofilia sem frescuras aguardo contato de mulheres para troca de fotos e videos ( que são muitos ) este é meu e-mail e msn angelboy_75@hotmail.com beijos angelboy